Atualizações de março 2019 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Teclas de atalho

  • 18 mar

    PELA PRIMEIRA VEZ EM SÃO PAULO, GREEN NATION LEVA EXPERIÊNCIAS SENSORIAIS, INTERATIVAS E EMOCIONAIS PARA O PAVILHÃO DAS CULTURAS BRASILEIRAS, NO PARQUE DO IBIRAPUERA, ENTRE 25 E 31 DE MARÇO 

    Depois de atrair 70 mil pessoas no ano passado, em sua quarta edição, ocorrida em Brasília junto ao 8º Fórum Mundial da Água, a cidade de São Paulo receberá, pela primeira vez,um dos principais eventos sobre sustentabilidade do país, o Green Nation.

    Realizado pelo CIMA (Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente), a partir de 2012 – com edições anteriores no Rio de Janeiro e em Brasília – o Green Nation ocupará agora, entre 25 e 31 de março, os 10 mil m² do Pavilhão das Culturas Brasileiras do Parque do IbirapueraDia 24 março (domingo), a partir das 16h, haverá uma abertura especial para convidados, patrocinadores, autoridades e imprensa.

    A5ª edição do evento tem como objetivo proporcionar aos visitantes experiências interativas, sensoriais e emocionais para pensar, viver, sentir e aplicar a sustentabilidade. A programação, totalmente gratuita, é composta por um festival audiovisual com mostra competitiva e mostra internacional de filmesrealidade virtualgames, além de oficinas maker e de cocriaçãoapresentações de teatro e palestras de especialistas internacionais.

    No total, serão mais de 56 horas de atrações tendo como foco a cidadania planetária em experiências interativas, sensoriais, emocionais e imersivas para todas as idades, em que cada espaço surpreende à sua maneira com o convite de experimentar um novo jeito de pensar, viver e sentir a sustentabilidade. As atividades propõem aos visitantes diversos olhares sobre a água que é rio, mar e gelo e a importância do reflorestamento, do uso integral dos alimentos, da separação correta do lixo, da reciclagem, da singularidade, da biodiversidade, da inovação, da criatividade, das novas economias e da tecnologia.

    “Ao trazermos a cidadania planetária para o centro da edição, nós abordamos vários olhares e aspectos da sustentabilidade. Também colocamos em pauta nosso papel como cidadãos capazes transformar a realidade. E que esse seja um mundo mais singular, criativo e colaborativo, onde cada qual junte seus talentos e desejos de mudança para gerar impactos”, explica Marcos Didonet, diretor do Green Nation. Ele completa, ressaltando que “desde a sua idealização, um desafio sempre esteve no horizonte do Green Nation: o oferecimento de vivências que propiciassem uma nova consciência e levassem a outras atitudes do público”.

    Experiências – Dentre os destaques, os visitantes poderão, por exemplo, por meio de realidade virtual, sobrevoar regiões brasileiras em uma asa delta , mergulhar através de um submarino no oceano, viajar no tempo em uma nave espacial para trazer códigos genéticos de espécies extintas, ou ainda conhecer como é a rotina dos cientistas brasileiros na Antártica.

    Haverá ainda um game de interação – apresentado pela água AMA – sem a necessidade de joysticks, numa ambientação cenográfica que remete a uma casa do semiárido do país. O desafio do jogador será vencer uma série de obstáculos, carregando um balde com água, para coletar o máximo possível do item no açude. Ao final, ele descobre a importância daquela pequena quantidade de água na região e recebe informações sobre como desperdiçamos essa mesma quantidade água em atitudes triviais do dia-a-dia.

    Já a instalação Jogue Limpo – apresentada pela Unilever – terá um game imersivo, em que, por meio de sensores e óculos de realidade virtual, o jogador vivencia situações de descarte dos resíduos manipulados e suas consequências, com as diversas possibilidades de destino do material descartado.

    Em outra experiência, Pet Vira Pet, o público conhecerá todo o processo de reciclagem que transforma garrafas pet usadas em novas, desde que sejam descartadas corretamente. Já na instalação Canto da Sereia, será possível entender como cada espécie dos oceanos tem sua importância. Nadar como tartarugas, salvar um tubarão, encontrar arraias e se encantar com águas vivas ajudam a compreender que cada vida nos ecossistemas marinhos tem importante papel no futuro do planeta.

    Por fim, dentre os destaques, a imersão Caminho do Lixo mostra o lixo percorrendo tubulações e canais até chegar aos rios.

    Acreditamos que, para construir um mundo melhor, precisamos unir esforços. Por isso, na Cervejaria Ambev, desenvolvemos iniciativas socioambientais que engajam as pessoas em direção a um legado sustentável e, neste sentido, nada melhor do que nos juntarmos ao Green Nation. Em 2019, vamos apoiar o evento por meio da nossa água AMA – um projeto que, muito além de uma marca, é um negócio social. 100% do lucro de AMA é direcionado a iniciativas que levam água potável a quem precisa, no semiárido brasileiro. Sabemos o quanto a água é essencial ao nosso negócio, mas não se trata apenas disso: hoje, são 35 milhões de brasileiros sem acesso ao recurso. Queremos transformar essa realidade, unindo esforços aos de nossos consumidores e outras organizações, para ajudar quem tanto precisa”, afirma Filipe Barolo, gerente de Sustentabilidade da Cervejaria Ambev.

    “O Green Nation é um excelente veículo de mobilização da sociedade. Por meio de palestras e atividades lúdicas, promoveremos o debate e a conscientização sobre temas fundamentais para nosso futuro. Temas que permeiam, inclusive, o plano de sustentabilidade da Unilever”, destaca Eduardo Campanella, vice-presidente de marketing para marca corporativa da Unilever no Brasil. Ele completa, ressaltando que “melhorar a saúde, o bem-estar e as condições de vida de mais de 1 bilhão de pessoas até 2020 e reduzir o impacto ambiental do nosso negócio pela metade até 2030 são as principais metas de sustentabilidade da companhia. Só iremos atingi-las se trabalharmos em conjunto. O Green Nation é a oportunidade perfeita para unirmos esforços em prol de uma causa que é de todos”.

    Painéis de Mashup destacam as Novas Economias – O Green Nation terá ainda, em sua programação, painéis reunindo importantes nomes internacionais que apresentarão novos modelos econômicos, que têm trazido reflexões e alterações positivas para pessoas, negócios e o planeta.

    Nos painéis, o público terá a oportunidade de conhecer mais sobre os conceitos e as transformações geradas na sociedade pela Economia Circular e o Design Exponencial com o alemão PhD em química, Michael Braungart; aprender sobre “A Economia dos Desajustados” com a escritorapalestrante e pesquisadora norte-americana Alexa Clay, autora do best-seller mundial homônimo e, por fim, conhecer a trajetória da empreendedora sustentável e criadora da marca “Les Tendances d’Emma”, a francesa Emmanuelle Terrier.

    Festival Multimídia – O Green Nation receberá por meio de seu site oficial, (plataforma.greennation.com.br) produções nas áreas de fotografiailustraçãoanimaçãodocumentário e ficção com as temáticas ambiental, de sustentabilidade ou inovação ambiental. Além de ficarem dispostas no site, todas as obras serão exibidas durante o festival e, no último dia do evento, serão conhecidos os vencedores destas categorias, que concorrem ao “Troféu Green Nation”.

    Mostra de Cinema – O público que visitar o Green Nation poderá ainda acompanhar produções cinematográficas em duas mostras simultâneas. O palco do festival receberá documentários de naturezafilmesprodutores e diretores, – sob curadoria do naturalista Lawrence Wahba –, que falarão sobre suas produções, além de homenagear o premiado fotógrafo, documentarista e naturalista brasileiro, Haroldo Palo Jr.

    Paralelamente, o Green Nation receberá também a Mostra WCFF, parceria internacional com um dos principais festivais de cinema de natureza do mundo, sediado em Nova Iorque e com curadoria de Christopher J. Gervais, diretor do evento, que estará presente para bate-papo com público.

    Plataforma – “O Green Nation possibilita a participação e engajamento de todos os níveis da sociedade independente de faixa etária ou classes sociais, da iniciativa privada às instituições públicas,  contribuindo no aprendizado e experiências de alto impacto em todas as frentes de atuação disponibilizadas no evento e também ao longo do ano em diversas atividades que são realizadas. Uma plataforma completa e contínua na disseminação da atitude sustentável”, afirma Jairo Soares, CEO da Figtree & Co, empresa corresponsável pela estratégia de inovação e crescimento da plataforma.

    GREEN NATION 2019 – PROGRAMAÇÃO

    EXPERIÊNCIAS

    ASA DELTA (Experiência apresentada pela Enel)

    Uma viagem em realidade virtual tendo como foco de abordagem o protagonismo das águas brasileiras. Os visitantes “voam” em uma asa delta sobre águas do mar, dos rios, das lagoas e das cachoeiras, numa viagem emocionante a lugares em que a água é transporte, alimento e energia.

    “Vivenciamos uma transição energética sem precedentes no Brasil e no mundo. Na Enel trabalhamos com a visão Open Power para enfrentar os grandes desafios mundiais relacionados à energia, e que estão alinhados aos compromissos que assumimos com a Agenda 2030 da ONU. Com a digitalização no atendimento, os medidores inteligentes e os projetos de mobilidade elétrica levamos mais inovação e sustentabilidade aos grandes centros urbanos. Além disso, temos investido fortemente em fontes renováveis de energia, com baixa emissão de carbono, por meio das nossas plantas eólicas e solares espalhadas por todo o País, e que vocês poderão sobrevoar virtualmente neste evento. Esperamos que possam vivenciar uma experiência única e que se sintam parte desse novo momento, dessa nova energia, convida Marcia Massotti, diretora de Sustentabilidade da Enel Brasil.

    CAMINHO DO LIXO (Experiência apresentada por Ecourbis, Loga e Corpus)

    Um cano gigantesco simula uma rua de uma cidade que descarta lixo de forma inadequada, percorrendo tubulações e canais até chegar aos rios. Nesta experiência, os visitantes descobrem os impactos do descarte de resíduos incorreto e as consequências devastadoras. Quando chegam ao “fundo do rio” já sujo e sem peixes, são estimulados a coletar o lixo. A água turva aos poucos se limpa, a vida retorna e o ecossistema se refaz.

    “Ao apoiar o Green Nation, ratificamos nossa preocupação e cuidado com a preservação do meio ambiente, contribuindo com ações que promovam a mudança de hábito das pessoas, para que, cada vez mais, passem a valorizar e adotar práticas sustentáveis em seu dia a dia. Grande parte da população ainda não sabe o que acontece com o resíduo descartado de maneira incorreta e como ele afeta a nossa sociedade, desde a poluição do solo e rios até a diminuição do tempo de vida útil dos aterros sanitários. Nesse sentido, a instalação Caminho do Lixo desperta para a mudança de paradigma, chamando a atenção para o percurso que esses resíduos percorrem e a responsabilidade de destinar corretamente os matérias recicláveis”, explica Valnei Souza Nunes, diretor-presidente da Loga.

    “Todas as iniciativas com foco em conscientização ambiental são sempre bem-vindas e a população de forma geral demanda esse tipo de ação, principalmente para que fique claro que cada cidadão é responsável pelo lixo que gera”, diz Nelson Domingues Pinto Júnior, diretor-presidente da EcoUrbis Ambiental.

    CANTO DA SEREIA (Experiência apresentada pela Unilever)

    Nesta experiência, com foco em crianças até seis anos, os visitantes terão a oportunidade de compreender mais sobre as belezas do fundo do mar e a importância da preservação constante. Na ambientação, ao nadar com tartarugas, encontrar arraias e se encantar com águas vivas, as crianças e os adultos poderão entender que cada vida nos ecossistemas marinhos tem importante papel no futuro do planeta.

    DESIGN DA PERIFERIA

    Espaço destinado à mostra reunindo trabalhos de artistas de periferias de várias cidades do Brasil. São apresentadas soluções criativas de objetos para uso cotidiano, elaborados a partir do reaproveitamento de materiais.

    ESTAÇÃO AMA (Experiência apresentada pela AMA)

    A seca extrema já é realidade em várias partes do Brasil e do mundo. Nessa instalação, o visitante é convidado a imaginar sua vida sem água. Por meio de um jogo, serão propostos vários desafios que reforçam a importância da mudança de hábitos em relação à água que chega a nossas torneiras.

    ESTAÇÃO ANTÁRTICA (Experiência apresentada pelo Aché)

    Depois de atravessar uma fenda de gelo, o visitante encontrará a Estação Comandante Ferraz, um pedaço do Brasil na Antártica. Esta ambientação mostrará como é viver no frio extremo, sentir a neve e compreender a importância da Antártica para o planeta, com reprodução do laboratório e da moradia dos cientistas. Cada visitante poderá entender os impactos do aquecimento global na vida marinha, além de conhecer a realidade dos pesquisadores brasileiros e a vida na Antártica.

    “Esperamos fomentar, por meio de uma experiência sensorial, uma importante reflexão sobre os impactos do comportamento humano no futuro do nosso planeta. Engajar as pessoas na causa ambiental e encorajá-las na adoção de hábitos mais sustentáveis são as contribuições mais significativas que podemos deixar aos participantes desse evento tão expressivo”, explica Marcia Tedesco Dal Secco, gerente de Comunicação e Responsabilidade Social do Aché.

    JOGUE LIMPO (Experiência apresentada pela Unilever)

    Game imersivo com sensores e óculos de realidade virtual em que o jogador vivencia situações de descarte dos resíduos manipulados e suas consequências, com as diversas possibilidades de destino do material descartado.

    NAVE ESPACIAL DO FUTURO (Experiência apresentada por BKR Ambiental)

    No ano de 2.200, a Nave Espacial conduzirá os visitantes para uma viagem no tempo, com o auxílio de óculos de realidade virtual. Os tripulantes viajarão até 2018 pousando na floresta do Cantareira (Mata Atlântica). Lá auxiliarão o Cientista Comandante a buscar dados essenciais para reconstruir geneticamente espécies como a onça pintada, maior felino brasileiro, extinta em 2050, e o Jequitibá, uma das árvores mais famosas e importantes da nossa história, extinta em 2048.

    “A tecnologia é uma aliada indispensável no processo de educação ambiental, sobretudo das novas gerações, que já trazem consigo um espírito de inovação e senso de responsabilidade coletiva. As soluções, ideias e tecnologias apresentadas no Green Nation vão ajudar e muito neste processo de sensibilização para questões urgentes, como o saneamento básico”, afirma Carlos Melo, Head de Sustentabilidade da BRK Ambiental.

    PET VIRA PET (Experiência apresentada pela AMA)

    Instalação que mostra a importância da logística reversa e sua relação com a economia de água e a redução do lixo no planeta, de um jeito descomplicado a partir de uma máquina de reciclagem de PET. Comprar uma garrafinha é prático, mas qual é o caminho que ela faz depois que hidrata nosso corpo? Este ambiente reforçará a importância do cuidado com o descarte. O público conhecerá os caminhos da reciclagem e as oportunidades para o reaproveitamento do plástico.

    NOSSAS ÁRVORES (Experiência apresentada pela Sabesp)

    Nesta experiência, o visitante tem a oportunidade de apadrinhar uma muda plantada pela Sabesp por meio do Programa Nascentes, na área do Sistema Cantareira, na represa Cachoeira, em área de reflorestamento. Pelo site do Green Nation, o padrinho/madrinha pode conhecer mais dados sobre a espécie e a região reflorestada, além de compartilhar as informações com os amigos ou realizar atividades em sala de aula.

    “A participação da Sabesp tem a água como foco, alertando para a importância da proteção aos mananciais, da preservação das matas ciliares e da vegetação nativa. É uma forma de ampliar a visão sobre os cuidados com a água, que compreendem ações individuais e coletivas para garantir a sustentabilidade desse recurso essencial à vida. O evento pode ajudar muito na mudança de cultura das pessoas com iniciativas simples como o uso racional da água e os cuidados com o meio ambiente, contribuindo para a uma nova relação com os recursos naturais e de uma nova escala de valores que contemple as necessidades e as responsabilidades de cada um”, afirma Wanderley da Silva Paganini, Superintendente de Gestão Ambiental da Diretoria de Tecnologia, Empreendimentos e Meio Ambiente.

    SABORES E SENTIDOS (Experiência apresentada pela Unilever)

    Numa cenografia que imita um caixote gigante de frutas e legumes, os visitantes descobrem que o Brasil é um dos países que mais desperdiça alimentos no mundo e como acontece o processo de compostagem. Em seguida, o público é convidado a, de olhos vendados, experimentar pratos feitos por ecochefs com aproveitamento integral de alimentos, mostrando o benefício para a saúde e a redução de resíduos para os aterros sanitários.

    SINGULARIDADE

    O Green Nation terá uma quadra multiuso, onde serão apresentadas modalidades paraolímpicas, como futebol de cinco, vôlei sentado, bocha, rugby, entre outras, com a participação de atletas paraolímpicos e o público visitante.

    SUBMARINO

    Ambiente audiovisual que simula a imersão em um mar com fauna e flora exuberantes formadas por baleias, tartarugas e muitos peixes. O ambiente, porém, também estará afetado por lixo, pesca predatória, redes de arrasto e poluição. Os “tripulantes” navegam conhecendo o fundo do oceano e compreendendo sua importância para os diversos ecossistemas.

    PAINÉIS DE MASHUP – NOVAS ECONOMIAS (Apresentados pela Unilever)

    Alexa Clay – A Economia dos Desajustados

    Dia 28 de março – Quinta-feira. Das 10h às 11h30

    Alexa Clay é uma nova voz que traz uma mensagem ousada e instigante. Clay é coautora do best-seller A Economia dos Desajustados (The Misfit Economy) – nomeado, em 2015, o livro de negócios eminente para se ler, pelo Fórum Econômico Mundial, TechRepublic, The Telegraph e Huffington Post. No livro, Clay entrevista piratas somalis, dealers de Los Angeles, jovens hackers e gângsteres de Nova York; e demonstra que esses desajustados têm mais em comum com os empreendedores do Vale do Silício do que você imagina. Na obra, ela conduz o leitor para dentro dos corações e mentes dos inovadores que trabalham à margem da sociedade; indicada à categoria de Inovação do prêmio Thinkers50, Clay é apaixonada por subculturas e inspira pessoas a repensarem suas suposições sobre engenhosidade. Ela descobriu que o submundo está cheio de inovadores naturais.

    Emanuelle Terrier

    Dia 29 de março – Sexta-feira. Das 10h às 11h30

    Fundada há 10 anos por Emma, a Les Tendances d’Emma é uma marca que tem como principal objetivo reduzir o desperdício. A ex-enfermeira tinha um objetivo: oferecer produtos simples e acessíveis, para que cada um pudesse contribuir um pouco mais para o meio ambiente. Les Tendances d’Emma tem tudo a ver com autenticidade, comprometimento e expertise. A marca oferece produtos reutilizáveis, usados na rotina diária de todos, que são práticos, mas também acessíveis e, o mais importante, ecologicamente corretos. Por exemplo, o Kit Eco Belle que substituiu algodão descartável, o Kit Eco Net que substituiu nossos lenços descartáveis e, finalmente, o Kit Eco Chou que substituiu algodão descartável e lenços umedecidos encontrados em trocadores de bebês. A Les Tendances d’Emma oferece produtos fabricados na França.

    Michael Braungart – Design para a Abundância

    Dia 30 de março – Sábado. Das 10h às 11h30

    No encontro, o alemão PhD em química Michael Braungart mostrará ao público os conceitos “Economia Circular” e “Design para a Abundância”, presente em seu mais recente livro, “The Upcycle: Beyond Sustainability – Designing for Abundance”, escrito em parceria com o arquiteto William McDonough. Dando sequência ao conceito “Cradle to Cradle” (Do Berço ao Berço) que a dupla promoveu na última década, o “Design para a Abundância” trata-se do próximo passo na solução da crise ecológica do planeta, desta vez, propondo utilizar, reutilizar e reciclar recursos com ainda maior eficácia.

    Para participar dos painéis de mashup, é necessário efetuar inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

    FESTIVAL MULTIMÍDIA

    Cineastas, animadores, fotógrafos ilustradores de todas as partes do mundo, com trabalhos voltados à temática ambiental e/ou de sustentabilidade e inovação social e ambiental, têm até o dia 20 de março para inscrever seus trabalhos na 5ª Mostra Competitiva de Multimídia do Green Nation. O público interessado poderá inscrever seus trabalhos nas categorias AnimaçãoFicçãoDocumentárioFotografia e Ilustração virtualmente, por meio da plataforma.greennation.com.br. Já a curadoria para a seleção dos trabalhos desta edição será realizada pelos parceiros do Green Nation, Anima MundiISWA (International Solid Waste Association)Urban Arts WCFF (Wildlife Conservation Film Festival).

    Os vencedores de cada categoria eleitos pelo júri de especialistas e pelo voto popular – que receberão o troféu Green Nation e também prêmios oferecidos pela Fundação Florestal, parceira dessa edição – serão conhecidos em 31 de março, último dia do evento em São Paulo.

    MOSTRA DE CINEMA

    Olhares transversais sobre as várias questões da sustentabilidade e da cidadania planetária ganham o palco em filmes do Brasil e do mundo. Todas as tardes, o palco do festival recebe documentários de natureza, filmes, produtores, diretores e outros profissionais para dialogar com o público sobre suas produções. Em homenagem póstuma ao premiado fotógrafo, documentarista e naturalista brasileiro, Haroldo Palo Jr, o Festival apresentará dois longas-metragens e um curta-metragem dos principais realizadores do Cinema de Natureza no Brasil, sob curadoria de Lawrence Wahba, renomado documentarista brasileiro que trabalha para Nat Geo. As exibições contarão com a presença dos diretores para um bate-papo com o público. A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation. Programação completa no site do Green Nation.

    O Green Nation receberá também, simultaneamente, a Mostra WCFF, parceria internacional com um dos principais festivais de cinema de natureza do mundo, sediado em Nova Iorque e com curadoria de Christopher J. Gervais, diretor do evento, que estará presente para bate-papo com público.

    TEATRO

    Espetáculo Diário de Bitita

    Dias 25 e 26 de março – 10h às 11h

    O monólogo “Diário de Bitita” é comovente, inspirador, cheio de poesia, humor e espiritualidade. Traz o relato biográfico de Carolina Maria de Jesus. É focado no cotidiano da catadora de papel, mãe de família e mulher negra. O percurso improvável é cheio de acontecimentos surpreendentes com uma visão de mundo original, espontânea e prodigiosa. Com Andréia Ribeiro e adaptação e direção de Ramon Botelho. A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

    OFICINAS DE COCRIAÇÃO

    De 27 a 31 de março – 11h às 12h

    Que tal desenhar o mundo que se quer? Nas oficinas, os participantes desenvolvem novos olhares sobre as atitudes que precisam mudar para construir uma sociedade sustentável. Uma sociedade nova de verdade. Cada um traz suas ideias e trabalham juntos o desafio de como colocá-las em prática.

    OFICINAS MAKER

    De 25 até 31 de março – 9h às 11h

    Nas oficinas, tecnologia, inovação e conhecimento se cruzam e ideias se tornam realidade com o auxílio de ferramentas de verdade e muita criatividade. As sessões convidam o público a mostrar seu lado inventivo e descobrir que dar vida aos conceitos do papel é uma experiência muito divertida. Afinal, nesta área o lema é “faça você mesmo”!

    A atividade requer inscrição prévia, por meio do site do Green Nation.

    SERVIÇO

    Green Nation 2019 – São Paulo

    Datas: de 25 a 31 de março

    Local: Parque Ibirapuera – Pavilhão das Culturas Brasileiras

    Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo – SP

    Acessos: Portões 1 e 2 para pedestres. Portão 10 para veículos

    Horários de funcionamento:

    – segunda, terça, quinta e sexta-feira: 9h às 17h (fechamento dos portões às 15h)

    – quarta-feira: 14h às 17h (fechamento dos portões às 15h)

    – sábado e domingo: 10h às 18h (fechamento dos portões às 16h)

    Entrada Gratuita

    Classificação indicativa: Livre

    Site: http://www.greennation.com.br

    GREEN NATION é apresentado por: Ministério da Cidadania, AMA e Unilever

    Patrocínio: Sabesp, Aché e Ecourbis

    Copatrocínio: BRK Ambiental e Enel

    Apoio: ONU Meio Ambiente, Arteris, Loga e Corpus

    Realização: CIMA – Centro de Cultura, Informação e Meio Ambiente

     
  • 17 jul

    Convite: aula aberta na Casa do Saber 

    Cidades Afetivas e a Sociedade do Cansaço Edgar Morin, Byung-Chul Han e Michel Serres com Vivian Blaso

    As cidades são sistemas abertos: sua dinâmica emite e recebe mensagens, e é neste contexto que o homo urbanus afeta e é afetado. As suas vivências e experiências refletem a sociedade do cansaço. Eros agoniza! Nas cidades, o homem contemporâneo significa e ressignifica o seu sentido de existência no mundo. Compreender as cidades a partir do homo urbanus traz o desafio de sair da posição de sujeitos passivos, permitindo a compreensão das subjetividades e das intermitências da alma que transitam entre o homo sapiens demens e o homo urbanus.

    O encontro coloca um diálogo entre três grandes pensadores dos dias atuais: Edgar Morin, Byung-Chul Han e Michel Serres. São eles que norteiam as reflexões sobre cidades e afetividades, sociedade do cansaço e agonia de Eros, natureza e cultura. No encontro, a professora apresenta o seu trabalho “Cidades Afetivas”, mostrando como os afetos conduzem as possibilidades de reconhecimento de si e do outro a partir do processo evolutivo do homem no espaço urbano.

    A aula aberta é gratuita e destinada a apresentar um novo professor ao público da Casa do Saber e, para os novos alunos, é também uma oportunidade de ter contato com o ambiente e a dinâmica das aulas. O tema, geralmente panorâmico, serve como uma porta de entrada para assuntos a serem aprofundados em um futuro curso ministrado pelo professor da aula aberta.

    Inscrições no site: https://casadosaber.com.br/sp/checkout/cart/

     
  • 3 abr

    Cidades afetivas uma via ecológica para o bem-viver Por Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César, Sydney Cincotto Junior e Valmir Martins de Oliveira 

    ARTIGO publicado na Revista @eMetrópolis
    RESUMO

    O desafio contemporâneo do “homo urbanus” é encontrar outras vias de sociabilidade capazes de regenerar a vida que se encontra intoxicada-hiperconectada-saturada. As promessas de um capitalismo sustentável e uma vida smart governada pelo uso das tecnologias não parecem ser capazes de propiciar mais qualidade de vida, equidade, segurança, acessibilidade e convivialidade nas cidades. O decrescimento sereno e as políticas do bem-viver vão na contramão do admirável mundo novo prometido pela tríade: vida smart, economia verde, desenvolvimento sustentável. Cidades afetivas requerem novas formas de convivialidade como slow food, economia solidária/colaborativa, mandatos coletivos para o bem viver.

    Palavras-chave: Cidades afetivas; Bem-viver; Pensamento complexo; Convivialismo.
    Acesse na íntegra:emetropolis32_art3

    Artigo: Cidades Afetivas

     
  • 16 jan

    Life Coaching atendimento individual e para empresas. Inscrições Abertas! 

    Life Coaching: atendimento individual, análise de perfil comportamental+ orientação de carreira.

    Benefícios 13731488_1337743552920836_8712195885119910824_ne vantagens

    Aumento da produtividade
    Desenvolvimento da inteligência organizacional
    Assertividade do time
    Foco na solução de conflitos
    Redução do nível de estresse
    Baixo absenteísmo
    Ganho de performance

    O que é trabalhado ou desenvolvido em Coaching?

    Definição e planejamento de negócios
    Definição e ou planejamento de carreira
    Integração dos negócios e vida pessoal em busca de equilíbrio
    Ações pontuais para resolução de situações difíceis
    Atingir o desempenho máximo no trabalho
    Gestão de negócios ou problemas pessoais
    Tomada de decisões importantes
    Estruturação de projetos e estratégias
    Priorizar ações e projetos ou questões pessoais difíceis
    Aumentar a rentabilidade de seus negócios de forma substancial

    Atendimento pessoal e para empresas.

    Contato: coaching@conversasustentavel.com.br

     

    Informações:
    e-mail: vivianblaso@conversasustentavel.com.br ou whatsapp

    Vivian Blaso – Professora, Escritora e Doutora em Ciências Sociais. Graduação em Relações Públicas, Coach com formação em PNL – Programação Neurolinguística pela SLAC – Sociedade Latino Americana de Coaching. Sócia na Agência Conversa Sustentável. Idealizadora do Cidades Afetivas
    Site: http://www.conversasustentavel.com.br/

     
  • 26 out

    Atividade Aberta aos Interessados! Narrativas contemporâneas da cultura 6 – As mais belas histórias da cultura. 

    ATP BELEZA

    Período: Março/abril-2017

    EDGARD DE ASSIS CARVALHO: Professor Titular do Departamento de Antropologia na empresa Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

    Coordenador do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade

    Ementa: composta de oito sessões, esta atividade dialogará com um conjunto de cinco livros que problematizam a vida, o homem, o mundo, a terra, a felicidade, o amor. No total são vinte e cinco entrevistas dadas por pensadores contemporâneos preocupados com os destinos do mundo. Oriundos de múltiplas áreas do saber, há algo que religa os entrevistados: a derrocada do antropocentrismo, a sustentabilidade da Terra, os destinos do homem, a pluralidade dos afetos e das sexualidades.

    Biobliografia

    1. A mais bela história do mundo; os segredos das nossas origens. (Hubert Reeves, Joël de Rosnay, Yves Coppens, Diminique Simonnet); tradução Jorge Branco. Lisboa: Gradiva, 1996.

    2. A mais bela história da Terra; as origens de nosso planeta e os destinos do homem. (André Brahic, Paul Papponier, Lester R. Brown, Jacques Girardon); tradução Caio Meira. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

    3 A mais bela história do homem. De como a Terra se tornou humana. (André Langaney, Jean Clottes, Jean Guilaine, Dominique Simonnet), tradução Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro, DIFEL, 2002.

    4. A mais bela história do amor. Do primeiro casamento na pré-história à revolução sexual no século XXI. (Dominique Simonnet, Jean Courtin, Paul Veyne, Jacques Le Goff, Mona Ozouf, Alain Corbin, Anne-Maria Sohn, Pascal Bruckner, Alice Ferney); tradução Rejane Janowitzer. Rio de Janeiro, DIFEL, 2003.

    5. A mais bela história da felicidade. A recuperação da existência humana diante da desordem do mundo. (André Comte-Sponville, Jean Delumeau, Arlette Farge); tradução Edgard de Assis Carvalho/Mariza Perassi Bosco. Rio de Janeiro; DIFEL, 2006.

    Informações: https://www.facebook.com/spcomplexus?fref=ts

     

    .

     
  • 29 ago

    Na China o fast fashion está virando coisa do passado 

    As iniciativas para conter a poluição ambiental na China chegaram no universo da moda fast fashion

     
  • 24 ago

    Altruísmo será tema dos encontros com Edgard de Assis Carvalho 

    11866458_893340060746629_538772438060980132_nAltruísmo
    Com Edgard de Assis Carvalho
    6 de outubro a 24 de novembro de 2016, quintas-feiras, das 19h30 às 21h30
    No mundo globalizado atual, torna-se cada vez mais difícil enxergar a força da benevolência e o poder positivo de uma atitude genuinamente altruísta. Pesquisas contemporâneas demonstram que animais e humanos são capazes de exercitar essa ética das boas vontades e que cooperação e responsabilidade acarretam não apenas vantagens evolutivas, econômicas, psicológicas, mas também uma perspectiva realista, que religa necessariamente ciências, artes, espiritualidades. Distribuído em oito sessões, o curso analisará integralmente o ensaio de Mathieu Ricard – A revolução do altruísmo -, originalmente publicado em 2013 e traduzido no Brasil em 2015.
    Programa
    1. Altruísmo, compaixão, empatia
    2. Banalidade do bem
    3. Reciprocidade, arrependimento, culpa
    4. Treinamentos mentais
    5. Desumanização e violência
    6. Harmonia, sustentabilidade, responsabilidade global
    7. Egoísmo, desumanização, intolerância
    8. Simplicidade, responsabilidade global, transformação planetária.
    Bibliografia: RICARD, Matthieu. A Revolução do Altruísmo; tradução Inês Polegato. Revisão técnica: Lucia Benfatti, Marta Gouveia da Cruz, Tamara Batile. Prefácio Lia Diskin. São Paulo: Palas Athena http://www.palasathena.org.br/curso_detalhe.php?curso_id=605

    19026760

     
  • 8 ago

    Recomendação de Leitura: Sustentabilidade e Poder nas Organizações 

    logo (1)Com o apoio de grandes empresas transnacionais, no livro Sustentabilidade e Poder nas Organizações, Raimundo Soares (Diretor Instituto Orior, coordenador Fórum Construção de Nação Sustentável e Professor Associado FDC) e Roberta Paro (Professora Associada FDC) orientam uma conversa entre lideranças, que visa potencializar “agentes da transformação global”.

    Num enfoque biossistêmico e pragmático, este livro documenta os resultados de uma década de pesquisas e aplicações em gestão responsável para a sustentabilidade, cuja base referencial foi utilizada para o desenvolvimento de especialistas em sustentabilidade de parte das principais empresas do país, além de ter seu conteúdo disseminado em diversos eventos nacionais e internacionais.
    Concebido em cinco partes, podendo ser lido na íntegra ou consultado como um compêndio, o livro aborda:

    1. Contextualização – traz informações sobre o panorama econômico e socioambiental global;

    2. Temas emergentes – elenca iniciativas e movimentos dos ambientes externos e internos das organizações, considerados relevantes para influenciar a gestão responsável para sustentabilidade;

    3. Sustentabilidade, poder e funções organizacionais – descreve a adequação à sustentabilidade das principais funções organizacionais relacionadas ao poder (educação de lideranças, governança corporativa, políticas de sustentabilidade, estruturas organizacionais, planejamento estratégico, gestão de pessoas, aplicabilidade da ISO 26000 e indicadores de gestão);

    4. Oásis – relaciona experiências exemplares que poderiam ser consideradas como o exercício do futuro hoje.

    5. Anexos – disponibiliza diversas informações complementares e instrumentos de avaliação.

    O link de acesso ao seu conteúdo é: http://www.institutoorior.com.br/images/artigospdf/raimundo/livro/

     
  • 21 jul

    Consumo Responsables y Smart Cities 26 de Septiembre al 21 de Octubre de 2016 

    De 26 de Setembro à 21 de Outubro irei lecionar o Módulo 05 –  Consumo Responsável e Cidades Inteligentes no curso Maestría Onlin en Sostenibilidad – Especialização em Gestão da Responsabilidade Social das Organizações.

    10 RAZONES PARA SUMARTE AL MASTER ONLINE DE SOSTENIBILIDAD ‪#‎MASTERSOST‬O Módulo 5 – Consumo Responsables y Smart Cities irá abordar os seguintes temas:

    • Consumo Responsable
    • Sostenibilidad e implicancia del posicionamiento estratégico de las marcas
    • Concepto y Posicionamiento de las Ciudades Inteligentes: Prototipos, Tecnologías y Aplicaciones
    • Movimientos y narrativas que impulsan nuevos modos de vivir y habitar las ciudades
    • El Consumidor Smart
    • Análisis de Ciudades Inteligentes y sus correlaciones con el Consumo Responsable
    • Modelos para viabilizar la implantación de ciudades inteligentes como propuesta de posicionamiento de las marcas en el consumidor Smart

    Este Módulo se dictará en Portugués 

    O conteúdo deste módulo é inédito e resultado das pesquisas realizadas durante o doutorado em Ciências Sociais na PUCSP no Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade.

    Os objetivos do curso:

    Capacitar os alunos para: Conhecer e entender o consumo responsável e suas implicações atuais e futuras no posicionamento estratégico das marcas nas cidades inteligentes que se apresentam como tendência nos novos modos de viver e habitar.

    Analisar as correlações, estruturas e as atividades que o consumo responsável impõe as marcas frente aos movimentos que impulsionam mudanças no comportamento do consumidor e diante as tendências cotidianas de consumo como a prática do slow food e outros movimentos relacionados a sustentabilidade.

    Compreender as correlações do consumo responsável e as novas forma de viver e habitar as cidades.

    Para saber mais sobre o curso acesse:  http://www.cursosderse.com/cursos/master-online-rse-sostenibilidad/

    Professora Vivian Blaso – Life Coach e Leader Coach com certificação internacional pela SLAC Coaching. Professora na FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado e Universidade Presbiteriana Mackenzie. Doutoranda no Núcleo de Estudos da Complexidade e Mestre em Ciências Sociais (Antropologia) PUCSP. Especialista em Gestão Responsável para Sustentabilidade Fundação Dom Cabral. Autora do Blog Conversa Sustentável e sócia na Agência Conversa Sustentável.

    Email: vivianblaso@conversasustentavel.com.br

     

     
  • 24 jun

    Coaching em Comunicação. Inscrições abertas! 

    COACHING EM COMUNICAÇÃO  

    MATRICULE-SE

    Objetivo: Levar o aluno a acreditar no seu potencial, ter habilidades para usá-lo e conhecimento para tomar decisões.

    Público Alvo

    Pessoas interessadas no desenvolvimento de habilidades e competências necessárias para alcançar o equilíbrio e a alta performance pessoal e profissional

    vivianmarizaProfessoras Responsáveis

    Profa. PhD. Mariza de Fátima Reis: PhD em Semiótica, Mestre em Coaching  ISOR

    Profa. Ms. Vivian Aparecida Blaso Souza Soares Cesar:Ms em Ciências Sociais, Sócia da Agência Conversa Sustentável, Líder Coach e Life Coach SLAC

    Investimento:  R$ 220,00 no boleto bancário ou até 2 parcelas .no cartão de crédito.

    O valor do investimento será restituído, quando não houver a formação de turmas.

    Matrículas On-line: até 22 de setembro ou o preenchimento das vagas.

    Documentos necessários: Carteira de identidade, CPF e histórico (se graduando) ou certificado de conclusão de curso (se graduado). Para comunidade mackenzista é necessário informar o seu código de matrícula ou DRT.

    Pró-Reitoria de Extensão e Educação Continuada

    E-mail: cursos.extensao@mackenzie.br

    Telefone: 2114-8821

     
c
Compor novo post
j
Próximo post/próximo comentário
k
Post anterior/comentário anterior
r
Responder
e
Editar
o
Mostrar/Ocultar Comentários
t
Ir para o Topo
l
Ir para o login
h
Mostrar / Esconder ajuda
shift + esc
Cancelar