entrevistas

PAPO DE RP segunda, 15/03 com Aldo Schmitz autor do “Manual de Comunicação Organizacional”

“As organizações buscam profissionais polivalentes – independente da sua formação –, com visão holística e experiência, além do constante aperfeiçoamento”. Vamos conversar sobre: Os embates, preconceitos e reciprocidade entre jornalistas e RPsRP e a gestão da comunicaçãoOs impactos das redes sociais digitais na comunicação organizacional. Enviem perguntas! Participem! Segunda às 18horas instagram @vivianblaso enviem perguntas!Segunda, …

PAPO DE RP segunda, 15/03 com Aldo Schmitz autor do “Manual de Comunicação Organizacional” Leia mais »

Papo de RP – 22/02 Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy

No Papo de RP dessa segunda, Vivian Blaso bate um papo com Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy. Foi por 10 anos diretora executiva da ONG de advocacy Atletas pelo Brasil e trabalhou como secretária adjunta de esportes e lazer da Prefeitura de São Paulo. Advogada e mestre em Economia. Diretora do …

Papo de RP – 22/02 Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy Leia mais »

Papo de RP dia 15/02 às 18horas

👉🏼 ✅ Segunda às 18horas você tem um encontro comigo no #PapodeRP um bate papo descontraído e colado nas ativações de Relações Públicas que estão rolando no mercado. 🤝Você não pode perder! Ao vivo no meu perfil @vivianblaso #papoderp #relaçõespúblicas #comunicaçãodasustentabilidade #comunicaçãonasorganizações #culturaorganizacional #comunicaçãocomempregados

Convite: aula aberta na Casa do Saber

Cidades Afetivas e a Sociedade do Cansaço Edgar Morin, Byung-Chul Han e Michel Serres com Vivian Blaso As cidades são sistemas abertos: sua dinâmica emite e recebe mensagens, e é neste contexto que o homo urbanus afeta e é afetado. As suas vivências e experiências refletem a sociedade do cansaço. Eros agoniza! Nas cidades, o …

Convite: aula aberta na Casa do Saber Leia mais »

Inscreva-se no Canal Cidades Afetivas e acompanhe as novidades

Cidades Afetivas é um observatório dos movimentos afetivos nas cidades. Um resgate atropoético do bem viver. Atuamos com a religação dos saberes, olhamos para a cidade como flâneurs contemporâneos e das nossas vivências relatamos as experiências e transformamos em conhecimentos. Compartilhamos ideias, tecemos redes conectivas em busca de vias transformadoras e regeneradoras do pensamento. Acreditamos …

Inscreva-se no Canal Cidades Afetivas e acompanhe as novidades Leia mais »

Conceito de desenvolvimento sustentável completa 30 anos

Entrevista que concedi sobre  o Relatório Brudtland Na sua essência, o desenvolvimento sustentável é um processo de mudança no qual a exploração dos recursos, o direcionamento dos investimentos, a orientação do desenvolvimento tecnológico e a mudança institucional estão em harmonia e reforçam o atual e futuro potencial para satisfazer as aspirações e necessidades humanas.” (Trecho …

Conceito de desenvolvimento sustentável completa 30 anos Leia mais »

Qual o Papel da Comunicação e das Artes para o Futuro das Cidades? Um debate com Juliana Russo e Vivian Blaso

Dia 21/9 – quinta-feira das 21h às 22h30 vai ter sessão de autógrafos do Livro Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização e palestra com a Profa. Vivian Blaso. Qual o Papel da Comunicação e das Artes para o Futuro das Cidades? Um debate com Juliana Russo, Artista Plástica; e Vivian Blaso, Professora da FAAP. …

Qual o Papel da Comunicação e das Artes para o Futuro das Cidades? Um debate com Juliana Russo e Vivian Blaso Leia mais »

Cobertura Completa do Debate: Homo Consumans nas Cidades em Tempos Sombrios.

No contexto polissêmico das cidades não existem fronteiras nítidas entre o homo demens e o homo consumans. “O planeta terra avança à sombra da morte”. Em tempos sombrios é preciso abrir espaços para esperanças, resgatar o sentido de humanidade e dar luminosidade às sombras como proposto por Hannah Arendt em sua obra; “Homens em Tempos …

Cobertura Completa do Debate: Homo Consumans nas Cidades em Tempos Sombrios. Leia mais »