VIVIAN BLASO

Papo de RP – 22/02 Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy

No Papo de RP dessa segunda, Vivian Blaso bate um papo com Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy. Foi por 10 anos diretora executiva da ONG de advocacy Atletas pelo Brasil e trabalhou como secretária adjunta de esportes e lazer da Prefeitura de São Paulo. Advogada e mestre em Economia. Diretora do …

Papo de RP – 22/02 Daniela Castro, Fundadora e Diretora Executiva da Impacta Advocacy Leia mais »

Papo de RP dia 15/02 às 18horas

👉🏼 ✅ Segunda às 18horas você tem um encontro comigo no #PapodeRP um bate papo descontraído e colado nas ativações de Relações Públicas que estão rolando no mercado. 🤝Você não pode perder! Ao vivo no meu perfil @vivianblaso #papoderp #relaçõespúblicas #comunicaçãodasustentabilidade #comunicaçãonasorganizações #culturaorganizacional #comunicaçãocomempregados

Mudanças Climáticas: CPFL Energia é reconhecida como empresa que mais engaja seus fornecedores pelo CDP

Em dezembro de ano passado, empresa recebeu o destaque na categoriaLiderança do ranking Carbon Disclosure Program (CDP) Mudanças ClimáticasCampinas, 10 de fevereiro de 2021. A CPFL Energia recebeu mais um reconhecimento do CDP – Carbon Disclosure Program – Supplier Engagement Leader. Desta vez, a companhia entrou para o rol de empresas que mais contribuem com …

Mudanças Climáticas: CPFL Energia é reconhecida como empresa que mais engaja seus fornecedores pelo CDP Leia mais »

Cidades Resilientes Inovação e Inclusão 2019

Convidamos vocês a participar do CIDADES RESILIENTES: INOVAÇÃO E INCLUSÃO da Abraps dia 25 de outubro na Rua Marquês de Paranaguá, 111 – Consolação – Campus da Faculdade de Ciências Exatas e Tecnologia da PUC/SP É o espaço que a entidade reserva para falarmos de temas inovadores que tangenciam a sustentabilidade. Em 2018 falamos sobre …

Cidades Resilientes Inovação e Inclusão 2019 Leia mais »

Artigo: Rumo à Metamorfose Democrática?

O movimento triádico individuo-espécie-sociedade revigora a regeneração contínua e simultânea entre democracia e diversidade de ideias. Tal regeneração acentua-se nas relações antagônicas, concorrentes, complementares que fundamentam a política como um sistema multidimensional complexo. O processo pretensamente civilizatório contido na mundialização traz consigo a destruição das biodiversidades no planeta.  A despolitização da política, que se autodissolve …

Artigo: Rumo à Metamorfose Democrática? Leia mais »

“Cidades Afetivas” promove aula aberta no próximo sábado em São Paulo

Aula Aberta na Àgora! No próximo sábado dia 11 de agosto acontecerá em São Paulo uma aula aberta na Praça Oswaldo Cruz com a participação de coletivos. “A ideia é compartilhar as observações relativas ao bem viver, convivialidade e a vida em comum presentes nas atuações dos coletivos de diferentes naturezas no contexto urbano e …

“Cidades Afetivas” promove aula aberta no próximo sábado em São Paulo Leia mais »

Vivian Blaso estará no Diálogos Gigantes para analisar 30 anos da “Constituição Cidadã”

Evento reúne debatedores no dia 02 de agosto de 2018 para analisar 30 anos da “Constituição Cidadã” A Constituição de 1988 completa 30 anos em outubro. Mas o que mudou desde então e quais foram as contribuições para a evolução da cidadania no Brasil? Para estimular a reflexão sobre os avanços e retrocessos do período, …

Vivian Blaso estará no Diálogos Gigantes para analisar 30 anos da “Constituição Cidadã” Leia mais »

Convite: aula aberta na Casa do Saber

Cidades Afetivas e a Sociedade do Cansaço Edgar Morin, Byung-Chul Han e Michel Serres com Vivian Blaso As cidades são sistemas abertos: sua dinâmica emite e recebe mensagens, e é neste contexto que o homo urbanus afeta e é afetado. As suas vivências e experiências refletem a sociedade do cansaço. Eros agoniza! Nas cidades, o …

Convite: aula aberta na Casa do Saber Leia mais »

Inscreva-se no Canal Cidades Afetivas e acompanhe as novidades

Cidades Afetivas é um observatório dos movimentos afetivos nas cidades. Um resgate atropoético do bem viver. Atuamos com a religação dos saberes, olhamos para a cidade como flâneurs contemporâneos e das nossas vivências relatamos as experiências e transformamos em conhecimentos. Compartilhamos ideias, tecemos redes conectivas em busca de vias transformadoras e regeneradoras do pensamento. Acreditamos …

Inscreva-se no Canal Cidades Afetivas e acompanhe as novidades Leia mais »