WALMART.COM.BR LANÇA INICIATIVA

INÉDITA NO COMÉRCIO ELETRÔNICO BRASILEIRO
Comercio eletrônico da rede amplia seu mix e inova com conceitos de responsabilidade social e ambiental.
O site de comércio eletrônico do Walmart Brasil (http://www.walmart.com.br) agrega uma nova categoria à sua loja virtual, o E-Commerce Solidário. Seguindo a diretriz da empresa de inserir a Responsabilidade Social e Ambiental em seu negócio, uma parceria com a Solidarium levará aos consumidores produtos desenvolvidos por diversas comunidades brasileiras. São itens de decoração e design feitos artesanalmente em todas as regiões do país. “A sustentabilidade já faz parte da nossa estratégia de negócio e está inserida nas nossas relações comerciais, nas nossas construções e em todas as nossas iniciativas. Vender produtos mais sustentáveis e com apelo social e, com isso, contribuir para o desenvolvimento das comunidades se encaixa perfeitamente na nossa maneira de ver a sustentabilidade de maneira ampla, completamente inserida no negócio”, diz Flávio Dias, diretor de e-commerce do Walmart Brasil.
O walmart.com.br, lançado em 2008, conta com mais de 50 mil itens em seu portifólio, dividido em 17 categorias. As vendas em 2009 superaram em 2,5 vezes o plano traçado. Com essa maturidade precoce, o site antecipou investimentos de infraestrutura logística e sistemas e prevê dobrar as vendas até o final do ano. A parceria do Walmart.com.br, com o apoio do Instituto Walmart, firmada com a Solidarium permite que pequenas comunidades e produtores comercializem seus produtos em qualquer lugar do Brasil, já que a abrangência do site é nacional.
“Esse é um importante passo para nos tornarmos o primeiro comércio eletrônico do varejo a abraçar as causas sociais e ambientais. Com a nossa base de clientes, otimizamos também a capacidade de disseminação do canal. Ou seja, além de atrairmos novos clientes, que passam a conhecer o que temos no site, ainda cumprimos o papel de oferecer ao consumidor uma escolha sustentável”, completa Flavio.
A linha ‘Solidário’ é composta inicialmente por cerca de 100 itens. O projeto beneficiará 13 empreendimentos localizados nos estados do Paraná, São Paulo, Maranhão e Minas Gerais. Ao todo, são mais de 150 mulheres e homens que contarão com suporte na ampliação das suas vendas. Com a venda realizada por meio do site do Walmart essas comunidades serão beneficiadas com um aumento de sua demanda, renda e oportunidades de trabalho. Além disso, com o suporte da Solidarium , é possível oferecer um diferencial na negociação com o site, que antecipa 50% do pagamento para cada encomenda feita.
“O ‘E-Solidário’ está começando com um mix pequeno, até para que essas comunidades possam se estruturar cada vez mais para suprir o volume de encomenda que deve crescer rapidamente. Mas a idéia é torná-lo cada vez mais popular e rentável. Até o final do ano esperamos ter cerca de 400 itens diferentes no mix da linha. Já para o site como um todo, vale lembrar que a expectativa é chegar a 100 mil itens até o final do ano.”, complementa Flavio Dias.

A participação do Instituto Walmart nesse projeto é fundamental, já que traz para o negócio todo seu histórico de apoios a projetos de geração de renda e capacitação profissional. Desde 2005, 65 programas receberam aporte financeiro e técnico do Instituto.
“O Instituto Walmart sempre foi um grande parceiro da Solidarium no desenvolvimento dessas comunidades. Seja por meio do investimento na qualificação profissional destes produtores, seja através de aporte financeiro e agora, sendo o link para abrir as portas da loja virtual da empresa, para criar com a Solidarium algo inédito no Brasil”, diz Tiago Dalvi – Diretor Executivo da Solidarium Comércio Justo
E-commerce
Lançado em outubro de 2008, o e-commerce conta com 17 categorias, com cerca de 50 mil itens. O site representa um complemento perfeito para a atuação do Walmart no Brasil, pois, além de ampliar a atuação para todo o território nacional, permite o relacionamento com um público cujo perfil é diferente daquele que freqüenta as lojas físicas da rede.
O comércio eletrônico da rede varejista, que levou para a internet o conceito de preço baixo das lojas Walmart, superou todas as expectativas, alcançando um volume de vendas 2,5 vezes maior do que o esperado ao completar um ano de atuação em outubro de 2009. Além disso, a loja virtual já figura entre as cinco principais lojas de e-commerce do Brasil.
“Para o Walmart Brasil, o e-commerce não é apenas mais uma loja e sim uma unidade de negócio. Com o trabalho de uma equipe especialmente focada em atender o consumidor online. Hoje temos resultados surpreendentes, e já antecipamos nossos planos iniciais em dois anos”, afirma Héctor Núñez, presidente do Walmart Brasil.
O reconhecimento do consumidor rendeu ao http://www.walmart.com.br a medalha Diamante, um selo de excelência oferecido pela E-bit, empresa especializada em comércio eletrônico. Para conquistar o selo, o e-commerce deve ter avaliação positiva dos clientes em quesitos como facilidade de compra, preço, cumprimento do prazo de entrega e informações sobre produtos.
INSTITUTO WALMART
O Walmart Brasil mantém no país desde 2005 o Instituto Walmart, agente social da empresa que busca desenvolver comunidades locais por meio de projetos de geração de renda, profissionalização de jovens, desenvolvimento local e valorização cultural.
O Instituto Walmart financia hoje 43 projetos no país, frutos de investimentos da ordem de R$ 8,5 milhões este ano.
Em abril deste ano, o Instituto lançou a ‘Escola Social do Varejo’. O programa, que recebe um investimento de R$ 3 milhões, tem o objetivo de promover a formação profissionalizante de jovens de baixo poder aquisitivo para o mercado de trabalho com foco nas diferentes ramificações do varejo e conta com a parceria técnica do Instituto Aliança.
A meta é de formar mais de 1000 jovens entre 17 e 24 anos em 2010, com um treinamento que leva 18 meses, sendo 8 para o período de inserção no mercado de trabalho e monitoramento das atividades dos jovens absorvidos. A empresa estima que 80% desse contingente seja absorvido pelo mercado, incluir suas próprias lojas.
“Trata-se de um curso cujas disciplinas trabalham fortemente o relacionamento pessoal, família, legislação, preparação para o mercado de trabalho, entre outros conteúdos importantes para a integração dos jovens na sociedade, além, é claro das aulas práticas na área do varejo”, explica Paulo Mindlin, diretor de Responsabilidade Social do Walmart Brasil.
A SOLIDARIUM
A Solidarium é uma empresa social que atua com uma rede de criação, produção e distribuição de produtos alinhados aos princípios do Comércio Justo por meio de grandes varejistas em todo o território nacional. Seu principal objetivo é promover o acesso a mercado para micro e pequenos produtores (Associações, Cooperativas e/ou Microempresas) localizados em comunidades de baixa renda em todo o Brasil. Desde sua fundação, a Solidarium já beneficia diretamente mais de 550 pessoas com um aumento médio de 40% na renda mensal.
A Solidarium tem o importante papel de identificar novos produtores, desenvolver novos produtos e, principalmente, gerenciar uma cadeia de valor sustentável e inclusiva. Formatada como um negócio social, seu objetivo é fazer novos negócios, porém com o viés do desenvolvimento comunitário. Integrante da Aliança Empreendedora, os produtores beneficiados pela Solidarium contam ainda com a possibilidade de acesso a crédito pela Impulso e também suporte na gestão por meio do Saga.

Cristina Cassis Coordenadora de Relações com a ImprensaFone 55.11.2103.5103 / 55.11. 9440.1034cristina.cassis@wal-mart.com
http://www.walmartbrasil.com.br twitter.com/imprensawalmart