Marcado como: Responsabilidade Social Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • 17 set

    Entrevista com a Professora Vivian Blaso no Programa Retrato Urbano – RádioFaap 

     
  • 7 jul

    Cobertura Completa do Debate: Homo Consumans nas Cidades em Tempos Sombrios. 

    No contexto polissêmico das cidades não existem fronteiras nítidas entre o homo demens e o homo consumans. “O planeta terra avança à sombra da morte”. Em tempos sombrios é preciso abrir espaços para esperanças, resgatar o sentido de humanidade e dar luminosidade às sombras como proposto por Hannah Arendt em sua obra; “Homens em Tempos Sombrios”. Quais os desafios do homo consumans nas cidades? Este foi o tema do debate “Homo Consumans nas Cidades em Tempos Sombrios” realizado entre os pesquisadores: Fábio Mariano Borges doutor em sociologia do consumo pela PUC/SP atua há 25 anos com comportamento do consumidor, estudos etnográficos econsumer insights, desenvolvendo estudos acadêmicos e pesquisas de mercado e Vivian Blaso: doutora em antropologia pelo Complexus Núcleo de Estudos da Complexidade na PUC/SP, autora do livro Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização. Realizado no dia 29 de junho de 2017 na Livraria da Vila na Alameda Lorena em São Paulo.

     
  • 26 jun

    Na Prática, o que são Cidades Inteligentes? 

    Objetivo

    1 – Discutir o tema essencial no debate atual das cidades inteligentes: a humanização dos seus espaços e suas inter-relações
    2 – Promover uma análise sobre questões da sustentabilidade do planeta e como elas podem ser articuladas de forma a provocar e promover ações ecologicamente mais equilibradas.
    3 – Sensibilizar para as questões éticas e de valores humanos e para uma educação baseada em desenvolvimento sustentável.
    4 – Lançamento do Livro “CIDADES EM TEMPOS SOMBRIOS. BARBÁRIE OU CIVILIZAÇÃO” (Paco Editorial)
    5 – Noite de autógrafosVenha discutir conosco esse tema da atualidade e entender a proposta de cidades criativas e sustentáveis, que fazem uso da tecnologia em seu processo de planejamento com a participação dos cidadãos.

    Neste workshop, teremos o lançamento do livro “Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização” , da professora Vivian Blaso, que propõe uma reflexão muito interessante sobre a relação da humanização dos espaços e suas inter-relações.

    Gestores, profissionais e demais interessados por questões como sustentabilidade; meio ambiente e consumo e tecnologias sustentáveis.

    Metodologia

    Esta palestra será desenvolvida por meio de exposição dialogada, com o encerramento aberto ao debate.

    PROGRAMAÇÃO

    03/07/2017

    • Abertura19h
      Recepção e café de relacionamento
    • Palestra19h30
      Abertura
    • Palestra19h40
      Palestrante: Vivian Blaso

      VIVIAN BLASOProfessora na FGV-EAESP e também na FAAP, Mackenzie. currículo

    • Palestra20h30
      Lançamento do Livro – “Cidades em Tempos Sombrios. Bárbarie ou Civilização”
     
  • 13 maio

    LANÇAMENTO: CIDADES EM TEMPOS SOMBRIOS. BARBÁRIE OU CIVILIZAÇÃO. 

     Organizado em cinco metatemas: Sustentabilidade, Consumo e Meio Ambiente, Tecnologias Sustentáveis, Smart Cities e Estilo de Vida nas Cidades Inteligentes. A obra conta com o prefácio de Edgard de Assis Carvalho, Professor Titular no Departamento de Antropologia na PUC/SP e coordenador do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade. As ilustrações são do Designer Filipe Peçanha Di Domenico já o poema: “Sou Arte”!  foi inspirado no Grafite do artista Michel Candido (Saci), após uma visita da autora ao Beco do Batman. “Quando eu vi o grafite do Saci Michel, imaginei que seria uma capa provocativa para o livro porque o grafite representa a importância de reestabelecermos a conexão da arte com os diálogos no espaço público das cidades”, afirma Vivian Blaso.

    A sessão de autógrafos do livro será no dia 01 de junho às 19horas na Livraria da Vila, em São Paulo.

    Sobre a autora: Professora Vivian Blaso, Doutora em Ciências Sociais (Antropologia) PUCSP. Especialista em Gestão Responsável para Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral. Especialista em Gestão Estratégica de Marketing UFMG Universidade Federal de Minas Gerais. Sócia na Agência Conversa Sustentável. Life e Leader Coach pela SLAC Coaching. Certified Practitioner (PNL) pela Master Solution Institute. Professora na FGV-EAESP- Escola de Administração de Empresas de São Paulo, FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Mackenzie – Universidade Presbiteriana Mackenzie. Pesquisadora no Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade na PUCSP. Linha de pesquisa: Diversidades Culturais e Pensamento Complexo. Sócia na Agência Conversa Sustentável.

    Serviço:

    Lançamento: 01/06/2017

    Horário: 19horas

    Local: Livraria da Vila. Fradique Coutinho, 915

    Informações para imprensa:

    E-mail: contato@conversasustentavel.com.br

     
  • 2 maio

    Máster Online de Sostenibilidad 

    Recomendo o curso: Máster Online de Sostenibilidad,slider-master-sostenibilidad-2017 excelente oportunidade para praticar espanhol e ainda se integrar a uma forte rede de RSE – Responsabilidade Social da América Latina. Faço parte do corpo docente, leciono o Módulo 5 – Consumo Responsável nas Cidades Inteligentes. A experiência com a turma anterior foi muito gratificante ao término do módulo recebi exercícios teóricos e reflexivos elaborados pelos alunos que entregaram proposta de aplicação dos conceitos apresentados durante o curso nas cidades onde moram. Acesse http://www.cursosderse.com/cursos/master-online-rse-sostenibilidad/

     

     
  • 17 abr

    Sustentabilidade Corporativa é tema de curso promovido pela Abraps e Instituto Filantropia 

    No dia 27 de abril o Instituto Filantropia e a Abraps – Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade – promovem mais uma edição do curso Sustentabilidade Corporativa. Destinado aos gestores de organizações e responsabilidade social, bem como profissionais da área de RH, marketing e comunicação, o treinamento ocorre no dia 27 de abril  no Auditório Engenheiro João Francisco Zeppelini, em São Paulo.

    O curso conta com a participação de importantes palestrantes do tema, como Ricardo Oliani, diretor executivo da Abraps e consultor em sustentabilidade, Ana Carolina Velasco, conselheira da Abraps e gerente de relacionamento institucional do Insper, Flavia Moraes, conselheira da Abraps, professora na FGV e no Instituto de Economia da Unicamp, e Marcus Nakagawa, diretor administrativo da Abraps, sócio diretor da iSetor e professor na graduação e pós-graduação na ESPM.

    Juntos eles abordarão pontos importantes como ‘o estado do mundo e as grandes questões brasileiras’, ‘conceitos gerais de sustentabilidade’, ‘sustentabilidade e responsabilidade corporativa’ e ‘gestão de stakeholders para empresas e comunidades’. “A ideia é debater sobre as questões atuais e futuras dentro das empresas. Os instrutores conhecem e vivem o tema do desenvolvimento sustentável”, explica Ricardo Oliani, diretor executivo da Abraps.

    O objetivo do curso é levar os participantes a entender sistemicamente os temas de sustentabilidade e do desenvolvimento sustentável, aplicados ao mundo empresarial, agregando novos conhecimentos à sua rotina profissional. O evento tem vagas limitadas e os interessados podem se inscrever  aqui.

    Programação

    08h30 – cafezinho de boas vindas

    09h00 – O estado do mundo e as grandes questões brasileiras – Marcus Nakagawa

    10h30 – intervalo para café

    11h00 – Conceitos Gerais de Sustentabilidade – Ricardo Oliani

    12h30 – almoço

    14h00 – Sustentabilidade e Responsabilidade Corporativa – Flávia Moraes

    15h30 – intervalo para café

    16h00 – Gestão de Stakeholders  para Empresas e comunidades – Ana Carolina Velasco

    17h30 – considerações finais e avaliação do curso

    18h00 – encerramento

     

    Sustentabilidade Corporativa

     

    Local: Auditório Engenheiro João Francisco Zeppelini

    Endereço: Rua Bela Cintra, 178 Consolação – São Paulo/ SP

    Data: 27 de abril

    Horário: 9h às 18h

    Inscrições: Aqui

     

    *Marcus Nakagawa é sócio-diretor da iSetor; professor da graduação e pós da ESPM; idealizador e diretor administrativo da Abraps (Associação Brasileira dos Profissionais de Sustentabilidade); consultor e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorsimo e estilo de vida.

    http://www.marcusnakagawa.com

     

     
  • 13 abr

    “Por cidades mais afetivas e humanas” será apresencapa inteiratada durante o Alas – XXXI Congreso Asociación Latinoamericana de Sociología  nos dia 3 – 8 de diciembre de 2017, Montevideo, Uruguay.

    A proposta foi idealizada pelos pesquisadores Sydney Cincotto Junior e Vivian Blaso  do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade na PUC/SP.

    “Por cidades mais afetivas e humanas” investe na política do bem viver, na direção de uma vida mais democrática, pública, aberta e solidária, em sintonia com a realidade do mundo que não comporta mais as tormentas do crescimento e do lucro obtidos das relações entre capital e trabalho, nem tampouco suporta a ideologia do sujeito empreendedor de si – comandada por uma subjetividade neoliberal, que valoriza o individualismo, o consumismo, a meritocracia e a privatização da vida. Sem ignorar ou negar a realidade dos conflitos inerentes às relações e aos contextos sócio-político-econômicos nos quais estão inseridos, uma cidade afetiva aposta no resgate das relações comunitárias e na arte de viver juntos, que possibilitam aos humanos cuidar uns dos outros, do meio em que vivem, da natureza e, por extensão, de todo planeta.

    Sobre os autores:

    Sydney Cincotto Junior, Doutorando na PUC/SP – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Professor no Centro Universitário Motta

    Ph.D. Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César – Professora: Universidade Presbiteriana Mackenzie, Fundação Armando Álvares Penteado e FGVEAESP. Pesquisadora no Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade, PUC/SP, Sócia na Conversa Sustentável.

    Informações para imprensa:

    contato@conversasustentavel.com.br

     

     

     
  • 4 mar

    Responsabilidade Social Empresarial e Sustentabilidade: Reflexões Teóricas e Algumas Práticas no Nordeste Brasileiro 

    Capítulo de livro publicado em 2016 disponível para leitura no link:

    https://issuu.imagescom/eduern/docs/responsabilidade_social_empresarial

    Dados da Publicação:

    ISBN 978-85-7621-095-5                                                                                                               “Responsabilidade Social Empresarial: reflexões teóricas e algumas práticas no nordeste brasileiro”

    Capítulo: “A EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE SUSTENTABILIDADE ? DA CONFERÊNCIA ESTOCOLMO 72 À RIO+ 20”

    Autora: Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César

     
  • 14 nov

    Cidades inteligentes: polissemias urbanas e pensamento complexo 

    ACESSE AQUI: Cidades inteligentes: polissemias urbanas e pensamento complexo

    Este trabalho avalia os aspectos da Produção, Consumo e MeioAmbiente durante os periodos marcados pelos alertas da ONU entre 1972-Conferencia de Estocolmo, 2012- Rio +20 e 2015- COP21 em Paris. 0 pensamento complexo de Edgar Morin percorre essa trajetória, em que foram necessários os esforços da religião de saberes: engenharias, tecnologias smarts, comportamento dos consumidores, cidades inteligentes, sustentabilidade, meio ambiente, redes e outros que estao ocultos e que procuramos desvendar. Esstruturado em cinco metatemas:Sustentabilidade, que discorre sobre a genealogia do conceito e as dimensoes incorporadas por empresas, govemos, ONU e a sociedade civil; Consumo e Meio Ambiente, que aponta quem é o consumidor na sociedade contemporânea e apresenta como a nossa relação com o consumo foi transformando os nossos modos de viver e habitar; Tecnologias Sustentáveis, Smart Cities e Estilo de Vida nas Cidades lnteligentes,relatados por meio dos estudos de casos e entrevistas com o intuito de apontar o que falta neste percurso para que realmente as tecnologias contribuam com a sustentabilidade nas cidades.Na intenção de ampliar a visão e as percepção dos leitores, utilizamos o recurso da intertextualidade-recursos visuais, infográficos, contos e crônicas, que misturam ficção e fotografias, e o vídeo “Cidades lnteligentes: transformações em curso – para aproximar o leitor das diversas narrativas da sustentabilidade na contemporaneidade.

    Autor: César, Vivian Aparecida Blaso Souza Soares 
    Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis

    Acesse o vídeo:

     
  • 26 out

    Atividade Aberta aos Interessados! Narrativas contemporâneas da cultura 6 – As mais belas histórias da cultura. 

    ATP BELEZA

    Período: Março/abril-2017

    EDGARD DE ASSIS CARVALHO: Professor Titular do Departamento de Antropologia na empresa Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

    Coordenador do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade

    Ementa: composta de oito sessões, esta atividade dialogará com um conjunto de cinco livros que problematizam a vida, o homem, o mundo, a terra, a felicidade, o amor. No total são vinte e cinco entrevistas dadas por pensadores contemporâneos preocupados com os destinos do mundo. Oriundos de múltiplas áreas do saber, há algo que religa os entrevistados: a derrocada do antropocentrismo, a sustentabilidade da Terra, os destinos do homem, a pluralidade dos afetos e das sexualidades.

    Biobliografia

    1. A mais bela história do mundo; os segredos das nossas origens. (Hubert Reeves, Joël de Rosnay, Yves Coppens, Diminique Simonnet); tradução Jorge Branco. Lisboa: Gradiva, 1996.

    2. A mais bela história da Terra; as origens de nosso planeta e os destinos do homem. (André Brahic, Paul Papponier, Lester R. Brown, Jacques Girardon); tradução Caio Meira. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

    3 A mais bela história do homem. De como a Terra se tornou humana. (André Langaney, Jean Clottes, Jean Guilaine, Dominique Simonnet), tradução Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro, DIFEL, 2002.

    4. A mais bela história do amor. Do primeiro casamento na pré-história à revolução sexual no século XXI. (Dominique Simonnet, Jean Courtin, Paul Veyne, Jacques Le Goff, Mona Ozouf, Alain Corbin, Anne-Maria Sohn, Pascal Bruckner, Alice Ferney); tradução Rejane Janowitzer. Rio de Janeiro, DIFEL, 2003.

    5. A mais bela história da felicidade. A recuperação da existência humana diante da desordem do mundo. (André Comte-Sponville, Jean Delumeau, Arlette Farge); tradução Edgard de Assis Carvalho/Mariza Perassi Bosco. Rio de Janeiro; DIFEL, 2006.

    Informações: https://www.facebook.com/spcomplexus?fref=ts

     

    .

     
c
Compor novo post
j
Próximo post/próximo comentário
k
Post anterior/comentário anterior
r
Responder
e
Editar
o
Mostrar/Ocultar Comentários
t
Ir para o Topo
l
Ir para o login
h
Mostrar / Esconder ajuda
shift + esc
Cancelar