Supermercados vão reduzir em 40% o uso de sacolas plásticas até 2015

Meta faz parte do Plano Abras de Ação Sustentável e engloba diversas iniciativas voltadas ao incentivo do consumo consciente
Dando continuidade à sua política de sustentabilidade e incentivo ao consumo consciente, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) anuncia a meta de reduzir em 40% o uso de sacolas plásticas nos supermercados de todo o país até 2015. O objetivo da entidade é atingir 30% de redução até 2013. A iniciativa faz parte do Plano Abras de Ação Sustentável, que engloba diversas ações setoriais, em consonância com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, e que visam à promoção da sustentabilidade e do consumo consciente. Entre as ações do Plano, além daquelas específicas sobre sacolas, estão o desenvolvimento do Manual de Condutas do Setor e a intensificação da redução do uso de gases que causam o efeito estufa (HCFC).
“O problema das sacolas plásticas faz parte de uma discussão mais ampla a respeito da própria relação entre sociedade e meio ambiente. A Abras se propõe a ser parte da solução deste problema e também ser multiplicadora do consumo consciente. Vamos fazer a nossa parte. No entanto, para que isso aconteça, é preciso que o Poder Público também faça a sua parte. Primeiro, criando uma lei federal única para disciplinar a utilização das sacolinhas – assim, impedindo a multiplicação de leis estaduais e municipais que vêm mais para confundir e impossibilitam qualquer aplicação prática. Segundo, criando ações efetivas para aprimorar a coleta seletiva e a reciclagem”, defende Sussumu Honda, presidente da Abras.
Sobre o assunto, institucionalmente, a Associação Brasileira de Supermercados defende:
• Redução do uso de sacolas plásticas, por meio do consumo consciente e do uso de sacolas retornáveis;
• Eliminação da distribuição gratuita de sacolas plásticas ou de qualquer material, desde que não prejudique o consumidor e as relações de consumo/comércio;
• Ampliação das ações de conscientização do consumidor para o uso correto das sacolas;
• Criação de lei para eliminar a distribuição gratuita em nível federal;
• Criação de ações do Poder Público para melhorar a coleta seletiva – evitando o usoa sacolinha no lixo.
A entidade que engloba o setor supermercadista não apoia:
• Leis municipais e estaduais que disciplinam a utilização de sacolas plásticas;
• Imposição de um tipo de sacola, de uma só tecnologia, para ser utilizada em determinada localidade (sem a devida comprovação científica);
• Eliminação das sacolas sem a devida conscientização do consumidor (seria um desserviço aos clientes).
Para atingir o objetivo, a Abras vai promover diversas ações setoriais. Estão previstas a criação de um sistema de mensuração – por empresa – para acompanhar o cumprimento das metas de redução no uso das sacolas e a elaboração de um Manual de Ações de Boas Práticas no Ponto de Venda (PDV), para conscientização de funcionários e consumidores sobre os benefícios da diminuição. A ideia é contar com o apoio de entidades não-governamentais e alcançar a totalidade das empresas do setor supermercadista.
Será criada também uma ampla Campanha Publicitária Abras, com outdoors, anúncios de encarte, cartazes no PDV etc., aberta para adesão voluntária das empresas. A Abras também vai premiar os cases de sucesso na redução do consumo de sacolas com o Prêmio Abras Sustentabilidade, além de divulgar, por meio dos cursos operacionais da Escola Nacional de Supermercados, as boas práticas no uso das sacolinhas em todas as 27 estaduais da entidade.
“A sustentabilidade é um tema muito importante para os supermercados. Temos trabalhado nesse assunto com afinco. Desde 2007, a Abras vem realizando diversos fóruns para discutir o tema varejo sustentável em todo o Brasil. Além disso, incentivamos as redes supermercadistas a criar suas próprias campanhas de redução do uso de sacolas plásticas e de conscientização de funcionários e consumidores”, completa Sussumu Honda.
Informações para a imprensa:
Ex-Libris Comunicação Integrada – (11) 3266.6088, 3266.6609
Fernando Kadaoka – fernando@libris.com.br – ramal 219 – cel. (11) 7686-9141 e (11) 8162-9130
Geralda Privatti – geraldaprivatti@libris.com.br – ramal 205 – (11) 9392-1014