SETOR VIDREIRO SAI NA FRENTE PARA SE ADAPTAR À NOVA LEGISLAÇÃO SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS

A Abividro, associação que reúne fabricantes automáticos de vidros, tomou dianteira entre os demais setores da indústria da embalagem no processo de adaptação à nova legislação sobre resíduos sólidos, sancionada em agosto passado.

A partir de um estudo desenvolvido pelo Monitor Group, uma consultoria de estratégia, a Abividro apresentou ao Ministério do Meio Ambiente seu Plano de Logística Reversa, já atendendo as diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

O modelo proposto foi inspirado nas práticas de reciclagem adotadas com sucesso em países europeus. A precursora foi a Alemanha, que em 1991 instituiu uma agência gerenciadora para centralizar o processo. Essa entidade tem a responsabilidade de coordenar a logística reversa de materiais utilizados em embalagem em âmbito nacional.

A gerenciadora que a Abividro propõe instalar no Brasil será uma instituição sem fins lucrativos e terá o papel de intermediar as relações com o poder municipal, cooperativas de catadores, beneficiadoras, fabricantes de vidro e envasadoras. Entre suas atribuições estão: coordenar a participação dos municípios, capacitar e credenciar cooperativas de catadores e beneficiadoras, negociar operações de compra e venda de recicláveis triados, gerir a logística reversa dos recicláveis, promover campanhas de conscientização sobre reciclagem. Para a execução dessas funções a gerenciadora terá capacidade de investir até R$ 60 milhões por ano.

Na opinião de Lucien Belmonte, superintendente da Abividro, a fórmula proposta atende todos os pontos da PNRS, ao implementar a responsabilidade compartilhada, criar sistema de logística reversa e assegurar a destinação adequada dos materiais recicláveis.

Esse modelo tem ainda vantagens adicionais. É aplicável em escala nacional, proporciona inclusão social com geração de renda ao contemplar a participação de cooperativas de catadores, e é atraente para a indústria como uma alternativa econômica para os envasadores e empacotadores. Por fim, é uma fórmula que pode ser expandida para toda a gama de materiais recicláveis. Vale ressaltar que, para que o modelo seja economicamente viável, é necessária a adesão e participação dos envasadores e empacotadores, que compartilham a responsabilidade sobre a logística reversa do resíduo.

Belmonte anuncia que as indústrias vidreiras irão investir inicialmente R$ 10 milhões na criação da gerenciadora, que será administrada por uma equipe profissional independente e terá um conselho composto por membros das várias instâncias envolvidas.

Segundo ele, a estimativa é que após quatro anos de sua instalação, a gerenciadora fará com que o índice de reciclagem do setor vidreiro atinja 50%. Em termos financeiros, equivale a passar dos atuais R$ 60 milhões movimentados por ano pelo setor para R$ 120 milhões/ano. Se os esforços resultarem na adesão de todos os envasadores existentes no país e de todos os municípios brasileiros, é possível que o setor de reciclagem de vidro movimente cerca de R$ 220 milhões/ano.

A Abividro, que assume com essa iniciativa a liderança entre os setores, sugere a implantação no país de uma gerenciadora única e integrada que, respeitando as especificidades de cada material, fique responsável pela logística reversa de todos eles.

Os investimentos da Abividro começarão a ser efetuados em 2011 e em quatro anos a gerenciadora estará em operação integral.

Sobre a Abividro
Fundada em 1962, a Abividro – associação técnica brasileira das indústrias automáticas de vidro – reúne 15 empresas instaladas no país que atuam junto aos mercados da construção civil, utilidades domésticas, embalagem e indústrias automobilística e moveleira.

Tem por objetivo promover e intensificar a utilização do vidro, sistematizar informações de todos os setores da cadeia produtiva, estimular o contínuo aprimoramento da técnica dessa atividade industrial e representá-la em tudo que for de seu interesse comum.

A entidade foi responsável pela criação do primeiro programa de reciclagem de vidro do país, em 1986, e desde então vem trabalhando ativamente para o aumento da reciclagem no Brasil.

A Abividro fica na R. General Jardim, 482 – 16o São Paulo. Tel: 11. 3255 3033
Site: http://www.abividro.org.br

Informações à imprensa na Profession Comunicações
Tel: 11. 3816 3769 / Fax: 11 3032 3212
Contatos: Isa Melaragno / Daniela Bonacorso
E-mail: profession@profession.com.br / daniela@profession.com.br
http://www.twitter.com/_profession / http://www.profession.com.br