Recomendação de leitura: O direito à cidade, Henri Lefebvre

É sempre bom revisitar os conceitos.Li este livro durante o mestrado em Ciências Sociais na PUCSP, agora no término do doutorado,

LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

revisitando o conceito: O DIREITO Á CIDADE – HENRI LEFEBVRE encontrei novas perspectivas e novos insigths para as minhas pesquisas. É bom revisitar conceitos, principalmente na era do instantâneo onde todo mundo fala de tudo, escreve sobre tudo, e acha que sabe tudo…

“Atualmente, tornando-se centro de decisão ou antes agrupando os centros de decisão, a cidade moderna intensifica, organizando-a, a exploração de toda a sociedade (não apenas da classe operária como também de outras classes sociais não dominantes). Isto é dizer que ela não é um lugar passivo da produção ou da concentração dos capitais, mas sim que o urbano intervém como tal na produção (nos meios de produção)”.

“A cidade emite e recebe mensagens. Essas mensagens são compreendidas ou não (codificam se e se decodificam ou não). Ela pode portanto ser aprendida conforme os conceitos oriundos da linguística: significante e significado, significação e sentido. Toda via, não é sem as maiores reservas e sem preocupações que se pode considerar a cidade como sendo um sistema (sistema) único de significações e de sentido, portanto de valores. Aqui como em outros casos, existem vários sistemas (ou, de preferência, vários subsistemas). Além do mais, a semiologia não esgota a realidade pratica e ideológica da cidade”. LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

‪#‎smartcities‬‪#‎cidadesinteligentes‬ ‪#‎complexidade‬

Irei usar este livro como uma das referencias do curso que irei lecionar

Módulo 5  do curso Master Online en Sostenebilidad  http://www.cursosderse.com/cursos/master-online-rse-sostenibilidad/

Módulo 5 – Consumo Responsables y Smart Cities

26 de Septiembre al 21 de Octubre de 2016

  • Consumo Responsable
  • Sostenibilidad e implicancia del posicionamiento estratégico de las marcas
  • Concepto y Posicionamiento de las Ciudades Inteligentes: Prototipos, Tecnologías y Aplicaciones
  • Movimientos y narrativas que impulsan nuevos modos de vivir y habitar las ciudades
  • El Consumidor Smart
  • Análisis de Ciudades Inteligentes y sus correlaciones con el Consumo Responsable
  • Modelos para viabilizar la implantación de ciudades inteligentes como propuesta de posicionamiento de las marcas en el consumidor Smart

Este Módulo se dictará en Portugués

MENSAJE DE CAPACITARSE
10 RAZONES PARA SUMARTE AL MASTER ONLINE DE SOSTENIBILIDAD ‪#‎MASTERSOST‬