Jandaia sustentável

Reconhecida como uma das maiores fabricantes de sucos do Brasil, a Sucos Jandaia é também uma empresa marcada pela preocupação com a sustentabilidade, além de suas fronteiras
Tradicional empresa nordestina, da cidade de Pacajus, no Ceará, a Jandaia, fundada em 1941, é marcada pela tradição e pelo pioneirismo. Foi ela quem lançou o primeiro suco de caju integral do Brasil e, dentre outras iniciativas pioneiras, foi ela quem lançou o primeiro e único suco de fruta com Ômega 3 DHA.
A companhia também é consagrada por uma série de atividades de proteção ao meio ambiente que extrapolam suas fronteiras. Conheça algumas dessas atividades.
Tratamento de água
A Jandaia mantém a ETA – Estação de Tratamento de Água – trata-se de um conjunto de procedimentos físicos e químicos que são aplicados na água para torná-la potável. A água que a Jandaia trata é captada no açude de Pacajus, localizado na bacia metropolitana do Ceará, o estado é dividido em 11 bacias hidrográficas onde cada bacia existe um complexo de açudes responsáveis pelo abastecimento de sua região. “Nossa água e captada através de uma adutora de 6 km de extensão ate chegar ao reservatório de água bruta onde é pré-clorada com cloro liquefeito, para eliminar os microrganismos em seguida passa pelas etapas tradicionais de tratamento de água coagulação, floculação, decantação, filtração e desinfecção assim se adequando aos parâmetros exigidos pelas legislações vigentes, em média são tratados 400m³ de água diariamente onde é distribuída para toda unidade sendo monitorada em cada etapa do processo para garantir total qualidade a nossos clientes internos como: caldeira, torres de resfriamento, xaroparia e, dentre outros, o refeitório”, explica o diretor da empresa, Eduardo Figueiredo.
O processo de distribuição da água é totalmente monitorado, permitindo que a Jandaia analise e adeque a vazão de cada cliente com sua necessidade para assim racionalize o consumo e no final atenda os indicadores internos de eco eficiência. “Conseguimos isto através da conscientização constante da nossa equipe e também pelos multiplicadores (lideres de qualidade e produção e membros do nosso ECO TIME)”, enfatiza Eduardo.
Cada etapa do processo é tratada como cliente uma da outra, assim a companhia consegue alcançar os resultados esperados para assegurar total qualidade do produto.
Ecoeficiência
O desempenho ambiental da Sucos Jandaia é monitorado através de indicadores de eco eficiência, que em suma é o uso mais eficiente de materiais e energia, a fim de reduzir os custos econômicos e os impactos ambientais. “A ecoeficiência é alcançada mediante o fornecimento de bens e serviços a preços competitivos que satisfaçam as necessidades humanas e tragam qualidade de vida, ao mesmo tempo em que reduz progressivamente o impacto ambiental e o consumo de recursos ao longo do ciclo de vida, a um nível, no mínimo, equivalente à capacidade de sustentação estimada da Terra (conceito elaborado pelo World Business Council for Sustainable Development – WBCSD, em 1992)”, define Figueiredo.
Este conceito sugere uma significativa ligação entre eficiência dos recursos (que leva à produtividade e lucratividade) e responsabilidade ambiental. Pode-se dizer que ecoeficiência é saber combinar desempenho econômico e ambiental, reduzindo impactos ambientais, usando mais racionalmente matérias- primas e energia, reduzindo os riscos de acidentes e melhorando a relação da organização com as partes. A sua implementação se da desde a certificação ISO 22000.
“Para a Jandaia não basta produzir, dentro dos mais rigorosos padrões de segurança alimentar exigidos pela norma NBR ISO 22000. Com a utilização racional de recursos como a água e energia, e a menor geração de resíduos e efluentes em toda a unidade, garantimos um menor impacto no meio ambiente além de participar de projetos sociais em qualificação profissional de jovens, assim colocamos em evidencia nosso compromisso com a busca da excelência em nossas operações e responsabilidade sócio ambiental corporativa”, explica o diretor da empresa.
Gerenciamento do lixo
Há coleta seletiva do lixo em todos os setores da empresa e cada setor possui um membro do ECO Time, com a missão de ajudar no monitoramento da geração dos resíduos e com treinamentos de conscientização para atingir os objetivos, sintetizados nos “três Rs”.
Os três Rs representam a ‘Hierarquia dos Resíduos’, que lista as melhores maneiras de gerenciar o lixo – do mais ao menos desejável. Este é o tema central da política Européia de gestão de resíduos.
  • Reduzir: diminuir a quantidade de lixo residual que produzimos é essencial. Os consumidores devem adoptar hábitos de adquirir produtos que sejam reutilizáveis, como exemplo: guardanapos de pano, sacos de pano para fazer suas compras diárias, embalagens reutilizáveis para armazenar alimentos ao invés dos descartáveis.
  • Reutilizar: utilizar várias vezes a mesma embalagem, com um pouco de imaginação e criatividade podemos aproveitar sobras de materiais para outras funcionalidades, exemplo: garrafas de plástico/vidro para armazenamento de líquidos e recipientes diversos para organizar  os materiais de escritório.
  • Reciclar: transformar o resíduo antes inútil em matérias-primas ou novos produtos, é um benefício tanto para o aspecto ambiental como energético.
“A Jandaia qualifica sua equipe não só para praticas internas mais também para praticas que poderão ser aplicadas no dia a dia de seu funcionário adotando postura ecologicamente correta. E todo resíduo gerado e destinado a empresas credenciadas em órgãos ambientais fiscalizadores”, salienta Eduardo.
Bacia Hidrográfica do Ceará
Levando em conta o princípio de que a água faz parte do meio ambiente e que sua conservação e bom uso são fundamentais para garantir a vida em nosso planeta, a Jandaia integra o Comitê da Bacia Hidrográfica do Ceará. Esse comitê atua para que a água seja gerenciada de forma integrada, descentralizada e participativa. Para direcionar este conjunto de procedimentos da gestão, a norma básica é a Política de Recursos Hídricos, assim os principais papeis aplicados junto com todos os demais membros. Segundo a Política Estadual dos Recursos Hídricos, Lei 14.844/2010: são:
Art.46. Compete aos Comitês de Bacias Hidrográficas:
I – promover o debate de questões relacionadas a recursos
hídricos e articular a atuação com entidades interessadas;
II – propor a elaboração e aprovar o Plano de Recursos
Hídricos da Bacia Hidrográfica;
III – arbitrar, em primeira instância administrativa, os
conflitos relacionados aos recursos hídricos;
IV – fornecer subsídios para a elaboração do relatório anual
sobre a situação dos recursos hídricos da bacia hidrográfica;
V – acompanhar a implementação do plano de recursos
hídricos da bacia hidrográfica e sugerir as providências necessárias ao cumprimento de suas metas;
VI – propor ao Conselho de Recursos Hídricos do Ceará –
CONERH, critérios e mecanismos a serem utilizados na cobrança
pelo uso de recursos hídricos, e sugerir os valores a serem cobrados;
VII – estabelecer os critérios para o rateio de custo das
obras de uso múltiplo, de interesse comum ou coletivo;
VIII – propor ao CONERH programas e projetos a serem
executados com recursos oriundos do FUNERH;
IX – constituir comissões específicas e câmaras técnicas
definindo, no ato de criação, sua composição, atribuições e duração;
X – acompanhar a aplicação dos recursos advindos da
cobrança pelo uso dos recursos hídricos;
XI – aprovar a proposta de enquadramento de corpos d’água
em classes de uso preponderante das Bacias Hidrográficas.
§1o Aplicam-se aos Comitês de Sub-Bacias Hidrográficas
todas as regras pertinentes aos Comitês de Bacias Hidrográficas
constantes desta Lei.
§2o As decisões dos Comitês de Bacias Hidrográficas caberão
recursos ao Conselho de Recursos Hídricos do Ceará – CONERH
Sucos Jandaia
Empresa nordestina, da cidade de Pacajus, no Ceará. Fundada em 1941 é a mais tradicional empresa de sucos do Brasil, foi pioneira ao apresentar o primeiro suco de caju integral no país e uma das líderes nacionais na produção de sucos tropicais.
Produz 65 mil toneladas por ano, entre sucos concentrados e prontos para beber. Esse total é assim dividido: Caju 32%, Maracujá 16%, Laranja 10%, Uva 9%, Pêssego 8%, Goiaba 8%, Manga 7%, Acerola 4%, Abacaxi 3% e Polly Frutti 3%. 
Qualidade Certificada
Além do ISO 22000, a empresa está em vias de obter o ISO 9001 que certifica e qualifica a gestão e a administração da empresa como um todo. Atualmente a Jandaia exporta seus sucos para onze países, entre eles Estados Unidos, Portugal, Angola, Espanha, entre outros.
Ações de Responsabilidade Social
Apóia projetos sociais, culturais e esportivos. É fundadora e apoiadora do IEP – Instituto de Educação Portal, uma associação civil sem fins lucrativos. O IEP tem como missão principal a qualificação profissional, de jovens e adultos de Pacajus e região. http://www.portaliep.com.br
Sucos Jandaia – http://www.sucosjandaia.com
SAC 0800 275 5444
@sucosjandaia