Atualizações de outubro 2016 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Teclas de atalho

  • 26 out

    Atividade Aberta aos Interessados! Narrativas contemporâneas da cultura 6 – As mais belas histórias da cultura. 

    ATP BELEZA

    Período: Março/abril-2017

    EDGARD DE ASSIS CARVALHO: Professor Titular do Departamento de Antropologia na empresa Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP)

    Coordenador do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade

    Ementa: composta de oito sessões, esta atividade dialogará com um conjunto de cinco livros que problematizam a vida, o homem, o mundo, a terra, a felicidade, o amor. No total são vinte e cinco entrevistas dadas por pensadores contemporâneos preocupados com os destinos do mundo. Oriundos de múltiplas áreas do saber, há algo que religa os entrevistados: a derrocada do antropocentrismo, a sustentabilidade da Terra, os destinos do homem, a pluralidade dos afetos e das sexualidades.

    Biobliografia

    1. A mais bela história do mundo; os segredos das nossas origens. (Hubert Reeves, Joël de Rosnay, Yves Coppens, Diminique Simonnet); tradução Jorge Branco. Lisboa: Gradiva, 1996.

    2. A mais bela história da Terra; as origens de nosso planeta e os destinos do homem. (André Brahic, Paul Papponier, Lester R. Brown, Jacques Girardon); tradução Caio Meira. Rio de Janeiro: DIFEL, 2002.

    3 A mais bela história do homem. De como a Terra se tornou humana. (André Langaney, Jean Clottes, Jean Guilaine, Dominique Simonnet), tradução Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro, DIFEL, 2002.

    4. A mais bela história do amor. Do primeiro casamento na pré-história à revolução sexual no século XXI. (Dominique Simonnet, Jean Courtin, Paul Veyne, Jacques Le Goff, Mona Ozouf, Alain Corbin, Anne-Maria Sohn, Pascal Bruckner, Alice Ferney); tradução Rejane Janowitzer. Rio de Janeiro, DIFEL, 2003.

    5. A mais bela história da felicidade. A recuperação da existência humana diante da desordem do mundo. (André Comte-Sponville, Jean Delumeau, Arlette Farge); tradução Edgard de Assis Carvalho/Mariza Perassi Bosco. Rio de Janeiro; DIFEL, 2006.

    Informações: https://www.facebook.com/spcomplexus?fref=ts

     

    .

     
  • 21 set

    ONU lança documentário sobre empreendedorismo sustentável no Rio 

    ONU lança nesta quarta-feira (21) documentário sobre empreendedorismo sustentável no Rio

    Produzido inteiramente com telefones celulares, documentário será lançado nesta quarta-feira (21) no Cinema Odeon, centro da capital fluminense. A produção ficou a cargo de estudantes cariocas que percorreram o Rio e a Baixada em busca de negócios sustentáveis. Iniciativa de mobilização é do Centro RIO+ e será modelo a ser replicado nos 166 países onde atua o Programa da ONU para o Desenvolvimento (PNUD).


    Um olhar sustentável sobre o Rio de Janeiro, a partir de imagens feitas com telefones celulares. Essa é a proposta do documentário CenaRIO: Sustentabilidade em Ação, que estreia em 21 de setembro, no Cinema Odeon. A produção mostra a força e a criatividade de 16 microempreendedores que adotaram práticas mais conscientes em seus negócios.

     
  • 24 ago

    Altruísmo será tema dos encontros com Edgard de Assis Carvalho 

    11866458_893340060746629_538772438060980132_nAltruísmo
    Com Edgard de Assis Carvalho
    6 de outubro a 24 de novembro de 2016, quintas-feiras, das 19h30 às 21h30
    No mundo globalizado atual, torna-se cada vez mais difícil enxergar a força da benevolência e o poder positivo de uma atitude genuinamente altruísta. Pesquisas contemporâneas demonstram que animais e humanos são capazes de exercitar essa ética das boas vontades e que cooperação e responsabilidade acarretam não apenas vantagens evolutivas, econômicas, psicológicas, mas também uma perspectiva realista, que religa necessariamente ciências, artes, espiritualidades. Distribuído em oito sessões, o curso analisará integralmente o ensaio de Mathieu Ricard – A revolução do altruísmo -, originalmente publicado em 2013 e traduzido no Brasil em 2015.
    Programa
    1. Altruísmo, compaixão, empatia
    2. Banalidade do bem
    3. Reciprocidade, arrependimento, culpa
    4. Treinamentos mentais
    5. Desumanização e violência
    6. Harmonia, sustentabilidade, responsabilidade global
    7. Egoísmo, desumanização, intolerância
    8. Simplicidade, responsabilidade global, transformação planetária.
    Bibliografia: RICARD, Matthieu. A Revolução do Altruísmo; tradução Inês Polegato. Revisão técnica: Lucia Benfatti, Marta Gouveia da Cruz, Tamara Batile. Prefácio Lia Diskin. São Paulo: Palas Athena http://www.palasathena.org.br/curso_detalhe.php?curso_id=605

    19026760

     
  • 17 ago

    Lançamento do livro: Cidades Inteligentes Por que, para quem ? 

    Com lançamento marcado para o dia 1º de setembro, “Cidades Inteligentes: Por Que, Para Quem?”, livro organizado por Lucia Santaella, conta com ensaios de pesquisadores da PUC-SP, especialmente do grupo de pesquisa Sociotramas.

    Entre os primeiros livros sobre o tema no Brasil, o problema da inteligência urbana é trabalhado na publicação sob vários pontos de vista endereçados prioritariamente às implicações humanas.

    Sinopse:

    “Cidades inteligentes”, em inglês, “smart cities”, tornou-se um dos grandes temas do momento em quase todos os países do mundo. O conceito pode ser entendido como sinônimo de cidade sustentável, verde, vivenciável. Mas o denominador comum das cidades inteligentes encontra-se no acesso a tecnologias e a dados capazes de conectar pessoas e conhecimento que possam levar a mudanças. Isso envolve o uso estratégico de tecnologias novas e avançadas na busca de soluções que liguem os cidadãos e as tecnologias urbanas em uma plataforma comum. Já existem vários exemplos de projetos de cidades inteligentes e eles demonstram que as mídias sociais, os mercados informacionais e a internet das coisas podem dar suporte a objetivos como bem-estar urbano, mobilidade social e resiliência da infraestrutura. Tanto o tema quanto os projetos que o levam à frente estão ainda em estado de experimentação, o que justifica que comecemos a refletir sobre isso para que possamos nos posicionar e mesmo nos engajar em iniciativas práticas em prol do desenvolvimento da inteligência urbana. Este livro pretende colaborar com isso. – Lucia Santaella

    Lançamento do livro “Cidades Inteligentes: Por Que, Para Quem?”
    Data: 1º de setembro de 2016
    Local: Casa Semio
    Endereço: Rua Vanderlei, 290 — Perdizes — São Paulo
    Horário: a partir das 19h
    Entrada gratuita

     

     
  • 30 jul

    Como estudar sustentabilidade? Por onde começar? 

    Por Vivian Blaso***

    O tema Sustentabilidade vem sendo cada vez mais incorporado aos discursos das escolas, empresas e universidades. Hoje temos uma rede ampla de possibilidades para realizar cursos sobre o tema de maneira gratuita e online.

    http://www5.fgv.br/fgvonline/Cursos/Gratuitos/Sustentabilidade-No-Dia-A-Dia–Orientacoes-Para-O-Cidadao/OCWCIDEAD-01slsh2010-1/OCWCIDEAD_00/SEM_TURNO/356/

    Alguns autores que também são ativistas, disponibilizam a maior parte de seus livros e artigos em seus sites.

    Vandana Shiva que na década de 1970, participou do Movimento das Mulheres de Chipko, que se amarraram às árvores para impedir sua derrubada e o despejo de lixo atômico na região. Líder do International Forum on Globalization e ganhadora do prêmio Right Livelihood Award em 1993, considerado uma versão alternativa do Prêmio Nobel da Paz dedica sua vida para a militância política ambiental compartilha seu conhecimento também no googledocs. Site: http://vandanashiva.com/

    Frijotf Capra ativista e físico autor do livro que deu origem ao filme “O ponto de mutação” também disponibiliza seu conhecimento por meio de cursos e informações em seu site   http://www.fritjofcapra.net/

    Essa são boas referências para quem quer começar a mergulhar na sustentabilidade. O que me encanta nos autores é a forma como eles conseguem fazer ciência e compartilhar conhecimento rompendo os muros das universidades. O conteúdo é acessível para qualquer pessoa que tenha a vontade de aprender, refletir para mudar o mundo onde vivemos.

    Agora se você, assim como eu é adepto dos bons livros não pode deixar de ler o livro The Top 50 Sustainability books, de Wayne Visser e Universidade de Cambridge traduzido para o português “Os 50 + importantes livros em sustentabilidade”. A obra reúne sinopses e principais ideias dos livros mais importantes relacionados ao tema de acordo com 3.000 líderes e ex-alunos do Programa de Sustentabilidade da Universidade de Cambridge. http://www.saraiva.com.br/os-50-importantes-livros-em-sustentabilidade-4053247.html

    Edgar Morin está na minha lista de pensadores favoritos. Morin é um dos mais importantes pensadores que atravessa as fronteiras do século XXI trazendo os riscos de um pensamento livre e complexo.  “A via para o futuro da Humanidade” foi traduzida pelo inquieto pensador Edgard de Assis Carvalho, Professor Titular do Departamento de Antropologia da PUCSP. O ensaio é dividido em quatro partes: a primeira é a regeneração das relações sociais e a busca das alternativas que reduzam as desigualdades; a segunda passa pela crise cognitiva e a reforma da educação; a terceira aponta para a fragmentação da medicina, do hiperconsumo, alimentação contaminada que pioram as condições de vida no planeta; a quarta trata as reformas morais necessárias para repensarmos a vida.

    http://www.record.com.br/livro_sinopse.asp?id_livro=26634

    VIVIAN BLASO – Life Coach e Leader Coach com certificação internacional pela SLAC Coaching. Professora na FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado e Universidade Presbiteriana Mackenzie. Doutoranda no Núcleo de Estudos da Complexidade e Mestre em Ciências Sociais (Antropologia) PUCSP. Especialista em Gestão Responsável para Sustentabilidade Fundação Dom Cabral. Sócia na Agência Conversa Sustentável.

    Email: vivianblaso@conversasustentavel.com.br

     

     
  • 30 abr

    Recomendação de leitura: O direito à cidade, Henri Lefebvre 

    É sempre bom revisitar os conceitos.Li este livro durante o mestrado em Ciências Sociais na PUCSP, agora no término do doutorado,

    LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

    LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

    revisitando o conceito: O DIREITO Á CIDADE – HENRI LEFEBVRE encontrei novas perspectivas e novos insigths para as minhas pesquisas. É bom revisitar conceitos, principalmente na era do instantâneo onde todo mundo fala de tudo, escreve sobre tudo, e acha que sabe tudo…

    “Atualmente, tornando-se centro de decisão ou antes agrupando os centros de decisão, a cidade moderna intensifica, organizando-a, a exploração de toda a sociedade (não apenas da classe operária como também de outras classes sociais não dominantes). Isto é dizer que ela não é um lugar passivo da produção ou da concentração dos capitais, mas sim que o urbano intervém como tal na produção (nos meios de produção)”.

    “A cidade emite e recebe mensagens. Essas mensagens são compreendidas ou não (codificam se e se decodificam ou não). Ela pode portanto ser aprendida conforme os conceitos oriundos da linguística: significante e significado, significação e sentido. Toda via, não é sem as maiores reservas e sem preocupações que se pode considerar a cidade como sendo um sistema (sistema) único de significações e de sentido, portanto de valores. Aqui como em outros casos, existem vários sistemas (ou, de preferência, vários subsistemas). Além do mais, a semiologia não esgota a realidade pratica e ideológica da cidade”. LEFEBVRE, Henri, Le Droit à la Ville.1967. Trad. Rubens Eduardo Frias. O direito à cidade. centauro: São Paulo, 2001.

    ‪#‎smartcities‬‪#‎cidadesinteligentes‬ ‪#‎complexidade‬

    Irei usar este livro como uma das referencias do curso que irei lecionar

    Módulo 5  do curso Master Online en Sostenebilidad  http://www.cursosderse.com/cursos/master-online-rse-sostenibilidad/

    Módulo 5 – Consumo Responsables y Smart Cities

    26 de Septiembre al 21 de Octubre de 2016

    • Consumo Responsable
    • Sostenibilidad e implicancia del posicionamiento estratégico de las marcas
    • Concepto y Posicionamiento de las Ciudades Inteligentes: Prototipos, Tecnologías y Aplicaciones
    • Movimientos y narrativas que impulsan nuevos modos de vivir y habitar las ciudades
    • El Consumidor Smart
    • Análisis de Ciudades Inteligentes y sus correlaciones con el Consumo Responsable
    • Modelos para viabilizar la implantación de ciudades inteligentes como propuesta de posicionamiento de las marcas en el consumidor Smart

    Este Módulo se dictará en Portugués

    MENSAJE DE CAPACITARSE
    10 RAZONES PARA SUMARTE AL MASTER ONLINE DE SOSTENIBILIDAD ‪#‎MASTERSOST‬

     
  • 27 abr

    Complexus apresenta: Oficinas do pensamento com Maurizio Mancioli autor do livro O Executivo Artista: Como Suas Habilidades Artísticas Podem Mudar Sua Vida e Mundo Corporativo 

    Oficinas do pensamento

    Maurizio Mancioli autor do livro O Executivo Artista: Como Suas Habilidades Artísticas Podem Mudar Sua Vida e Mundo Corporativo

    Maurizio Mancioli autor do livro O Executivo Artista: Como Suas Habilidades Artísticas Podem Mudar Sua Vida e Mundo Corporativo

    O executivo artista e o pensamento complexo

    Maurizio Mancioli

    6 de maio

    Das 14h30min às 16h30min.

    Sala 530 (Prédio Novo, quinto andar.)

    PUC – Campus Perdizes, R. Monte Alegre, n. 984

     
  • 26 abr

    Recomendação de leitura: Cidades para um pequeno planeta. Richard Rogers + Philip Gumuchdjian 

    Livro belíssimo, talvez algumas pessoas duvidassem da qualidade ou refutassem em comprá-lo pela cor. Comigo ocorreu exatamente ao contrário, sou movida pela estética, sou libriana e por isso, forma e conteúdo são muito relevantes. Simplesmente espetacular! Eu li muitos livros sobre as cidades durante o percurso da minha pesquisa no doutorado, este livro chegou na hora certa, agora um pouco mais adulta neste tema foi aqui que realmente li e senti a importância das relações comunitárias para o redesenho das cidades contemporâneas.

    As cidades sustentáveis, serão animadas pela vontade das pessoas em resgatar o que ficou perdido após os séculos IXX e XX.

    As cidades do futuro, serão aquelas capazes de reestabelecer espaços de convivência para os afetos.

    As Smart Cities serão animadas pela cidadania porque elas são expressões do espírito do nosso tempo. Quem viver verá porque essas mudanças já estão em curso. Até a metade do seculo XXI as cidades inteligentes serão a pauta da vida dos cidadão que desejam equilibro e bem estar.  ‪#‎cidadesinteligentes‬ ‪#‎smartcities‬

    Irei usar este livro no módulo 5   do curso Master Online en Sostenebilidad  http://www.cursosderse.com/cursos/master-online-rse-sostenibilidad/

    Módulo 5 – Consumo Responsables y Smart Cities

    26 de Septiembre al 21 de Octubre de 2016

    • Consumo Responsable
    • Sostenibilidad e implicancia del posicionamiento estratégico de las marcas
    • Concepto y Posicionamiento de las Ciudades Inteligentes: Prototipos, Tecnologías y Aplicaciones
    • Movimientos y narrativas que impulsan nuevos modos de vivir y habitar las ciudades
    • El Consumidor Smart
    • Análisis de Ciudades Inteligentes y sus correlaciones con el Consumo Responsable
    • Modelos para viabilizar la implantación de ciudades inteligentes como propuesta de posicionamiento de las marcas en el consumidor Smart

    Este Módulo se dictará en Portugués

    MENSAJE DE CAPACITARSE
    10 RAZONES PARA SUMARTE AL MASTER ONLINE DE SOSTENIBILIDAD ‪#‎MASTERSOST‬
    A partir de hoy restan sólo 10 días para que aproveches el descuento por inscripción temprana para el Máster de ‪#‎Sostenibilidad‬. Por eso, queremos darte 10 razones por las que deberías ser parte de este grupo:
    1) Es una apuesta a ir “al próximo nivel”, tanto en tu desarrollo personal como profesional
    2) Conocerás e interactuarás con profesionales docentes y expertos de primer nivel, de toda la región
    3) Serás parte de un grupo multilatino, de quienes aprenderás de s sus desafíos
    4) Aprenderás o prácticarás otro idioma. Tendremos 1 módulo exclusivo dictado en Portugués
    5) Tendrás tiempo para llevarlo sin prisa pero sin pausa. Al tener 1 clase por semana, podrás organizar muy bien tus tiempos
    6) Será una buena excusa para viajar por América Latina (hay 2 encuentros presenciales, de los cuales 1 es obligatorio asistir)
    7) Obtendrás un empoderamiento real de tus habilidades de gestión, pero también de las de Liderazgo
    8) Nos concentraremos en el Saber-Hacer, y en el Hacer
    9) A través de estrategias de facilitación queremos “conectar” lo que eres hoy con lo que podrás ser mañana, tras recibirte de Máster en Sostenibilidad
    10) Recibirás un lindo cuaderno personalizado en tu casa u oficina para tomar tus apuntes
    ¿Necesitás más motivos? Master On Line de Sostenibilidad

     
  • 26 abr

    O filme “Ponto de mutação” inspirado na obra de Frijot Capra será exibido na PUCSP seguido de debates com os professores Edgard de Assis Carvalho e Edmilson Felipe 

    ” “a compreensão dos ecossistemas é dificultada pela própria natureza da mente racional. O pensamento racional é linear, ao passo que

    Películas e Ideias

    Películas e Ideias

    a consciência ecológica decorre de uma intuição de de sistemas não lineares.Uma das coisas mais difíceis de serem entendidas pelas pessoas em nossa cultura é o fato de que se fazemos algo que é bom, continuar a faze-lo não será necessariamente melhor. Essa é, em minha opinião, a essência do pensamento ecológico. Os ecossistemas sustentam se num equilíbrio dinâmico baseado em ciclos e flutuações, que são processos não lineares. Os empreendimentos lineares, como o crescimento econômico e tecnológico indefinido – ou, para dar um exemplo mais específico, a armazenagem de lixo radioativo durante grandes períodos de tempo – , interferirão necessariamente no equilíbrio natural e, mais cedo ou mais tarde causarão graves danos. Portanto, a consciência ecológica somente surgirá quando alinharmos ao nosso conhecimento racional uma intuição da natureza não linear de nosso meio ambiente. Tal sabedoria intuitiva é característica das culturas tradicionais, não letradas,especialmente as culturas dos índios americanos, em que a vida foi organizada em torno de uma consciência refinada do meio ambiente”. CAPRA, Frijot. The Turning Point: Science, Society, and the Rising Culture. New York: Simon & Schuster, 1982. Edição brasileira: O ponto de mutação. Trad. Álvaro Cabral. 30. ed. São Paulo: Cultrix, 2012.Essa obra deu origem ao filme “Ponto de mutação” nos anos 90, com enfoque no paradigma sistêmico.

    O filme será exibido na próxima sexta feira, dia 29 de abril, na PUCSP seguido de comentários dos professores Edgard De Assis Carvalho e Edmilson Felipe do departamento de antropologia da PUCSP. Iniciativa do Complexus – Núcleo de estudos da Complexidade.

     

     
  • 25 abr

    VII PREMIOS CORRESPONSABLES EN ESPANÃ Y LATINOAMÉRICA 

    Participe gratuitamente do Premio Corresponsables

    Participe gratuitamente do Premio Corresponsables

    Tras el éxito obtenido en sus seis primeras ediciones, la Fundación Corresponsables lanza los VII Premios Corresponsables en España y Latinoamérica que en esta edición volverán a tener una fase país para aquellos países en los que tenemos actividad consolidada: Argentina, Ecuador, España, Chile, Colombia, México y Perú, lo que sin duda conseguirá una aún mayor difusión y repercusión, lo que interesará a tu organización, tanto si está ya presente en alguno o varios países como si lo piensa estar en el futuro. Los galardones están abiertos a todo tipo de organizaciones de cualquier país y distinguirán las mejores iniciativas y buenas prácticas en Responsabilidad Social y Sostenibilidad, y también como novedad en esta séptima edición las mejores en Comunicación Corresponsable. Para participar sólo es necesario completar el cuestionario que se encuentra en la página web http://www.fundacioncorresponsables.org. A continuación se detallan las bases de los VII Premios Corresponsables. Os animamos a consultarlas y a presentar hasta cinco candidaturas.

    http://www.fundacioncorresponsables.org/BASES_VII_PREMIOS_CORRESPONSABLES.pdf

     
c
Compor novo post
j
Próximo post/próximo comentário
k
Post anterior/comentário anterior
r
Responder
e
Editar
o
Mostrar/Ocultar Comentários
t
Ir para o Topo
l
Ir para o login
h
Mostrar / Esconder ajuda
shift + esc
Cancelar