Atualizações de junho 2017 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Teclas de atalho

  • 4 jun

    Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização traz os desafios das cidades inteligentes 

    Cidades em Tempos Sombrios. Barbárie ou Civilização propõem um olhar reflexivo sobre as cidades e o estilo de vida de seus habitantes. A obra está organizada em cinco metatemas: Sustentabilidade, Consumo e Meio Ambiente, Tecnologias Sustentáveis, Smart Cities e Estilo de Vida nas Cidades Inteligentes e sugere aos leitores buscar  caminhos que possam transformar  a qualidade de vida, resgatar a empatia, a fraternidade, o reconhecimento, a afetividade, bases fundamentais de uma política de civilização planetária baseada na colaboração efetiva das culturas do mundo. O livro já está disponível  no site da Paco Editorial https://www.pacolivros.com.br/Cidades_em_Tempos_Sombrios/prod-4787970/

    Sobre a autora:

    Vivian Blaso – Doutora em Ciências Sociais (Antropologia) PUCSP. Especialista em Gestão Responsável para Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral. Especialista em Gestão Estratégica de Marketing UFMG Universidade Federal de Minas Gerais. Sócia na Agência Conversa Sustentável. Life e Leader Coach pela SLAC Coaching. Certified Practitioner (PNL) pela Master Solution Institute. Professora na FGV-EAESP -Escola de Administração de Empresas de São Paulo, FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Mackenzie – Universidade Presbiteriana Mackenzie. Pesquisadora no Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade na PUCSP. Linha de pesquisa: Diversidades Culturais e Pensamento Complexo.

     
  • 13 maio

    LANÇAMENTO: CIDADES EM TEMPOS SOMBRIOS. BARBÁRIE OU CIVILIZAÇÃO. 

     Organizado em cinco metatemas: Sustentabilidade, Consumo e Meio Ambiente, Tecnologias Sustentáveis, Smart Cities e Estilo de Vida nas Cidades Inteligentes. A obra conta com o prefácio de Edgard de Assis Carvalho, Professor Titular no Departamento de Antropologia na PUC/SP e coordenador do Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade. As ilustrações são do Designer Filipe Peçanha Di Domenico já o poema: “Sou Arte”!  foi inspirado no Grafite do artista Michel Candido (Saci), após uma visita da autora ao Beco do Batman. “Quando eu vi o grafite do Saci Michel, imaginei que seria uma capa provocativa para o livro porque o grafite representa a importância de reestabelecermos a conexão da arte com os diálogos no espaço público das cidades”, afirma Vivian Blaso.

    A sessão de autógrafos do livro será no dia 01 de junho às 19horas na Livraria da Vila, em São Paulo.

    Sobre a autora: Professora Vivian Blaso, Doutora em Ciências Sociais (Antropologia) PUCSP. Especialista em Gestão Responsável para Sustentabilidade pela Fundação Dom Cabral. Especialista em Gestão Estratégica de Marketing UFMG Universidade Federal de Minas Gerais. Sócia na Agência Conversa Sustentável. Life e Leader Coach pela SLAC Coaching. Certified Practitioner (PNL) pela Master Solution Institute. Professora na FGV-EAESP- Escola de Administração de Empresas de São Paulo, FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, Mackenzie – Universidade Presbiteriana Mackenzie. Pesquisadora no Complexus – Núcleo de Estudos da Complexidade na PUCSP. Linha de pesquisa: Diversidades Culturais e Pensamento Complexo. Sócia na Agência Conversa Sustentável.

    Serviço:

    Lançamento: 01/06/2017

    Horário: 19horas

    Local: Livraria da Vila. Fradique Coutinho, 915

    Informações para imprensa:

    E-mail: contato@conversasustentavel.com.br

     
  • 4 mar

    Responsabilidade Social Empresarial e Sustentabilidade: Reflexões Teóricas e Algumas Práticas no Nordeste Brasileiro 

    Capítulo de livro publicado em 2016 disponível para leitura no link:

    https://issuu.imagescom/eduern/docs/responsabilidade_social_empresarial

    Dados da Publicação:

    ISBN 978-85-7621-095-5                                                                                                               “Responsabilidade Social Empresarial: reflexões teóricas e algumas práticas no nordeste brasileiro”

    Capítulo: “A EVOLUÇÃO DO CONCEITO DE SUSTENTABILIDADE ? DA CONFERÊNCIA ESTOCOLMO 72 À RIO+ 20”

    Autora: Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César

     
  • 14 nov

    Cidades inteligentes: polissemias urbanas e pensamento complexo 

    ACESSE AQUI: Cidades inteligentes: polissemias urbanas e pensamento complexo

    Este trabalho avalia os aspectos da Produção, Consumo e MeioAmbiente durante os periodos marcados pelos alertas da ONU entre 1972-Conferencia de Estocolmo, 2012- Rio +20 e 2015- COP21 em Paris. 0 pensamento complexo de Edgar Morin percorre essa trajetória, em que foram necessários os esforços da religião de saberes: engenharias, tecnologias smarts, comportamento dos consumidores, cidades inteligentes, sustentabilidade, meio ambiente, redes e outros que estao ocultos e que procuramos desvendar. Esstruturado em cinco metatemas:Sustentabilidade, que discorre sobre a genealogia do conceito e as dimensoes incorporadas por empresas, govemos, ONU e a sociedade civil; Consumo e Meio Ambiente, que aponta quem é o consumidor na sociedade contemporânea e apresenta como a nossa relação com o consumo foi transformando os nossos modos de viver e habitar; Tecnologias Sustentáveis, Smart Cities e Estilo de Vida nas Cidades lnteligentes,relatados por meio dos estudos de casos e entrevistas com o intuito de apontar o que falta neste percurso para que realmente as tecnologias contribuam com a sustentabilidade nas cidades.Na intenção de ampliar a visão e as percepção dos leitores, utilizamos o recurso da intertextualidade-recursos visuais, infográficos, contos e crônicas, que misturam ficção e fotografias, e o vídeo “Cidades lnteligentes: transformações em curso – para aproximar o leitor das diversas narrativas da sustentabilidade na contemporaneidade.

    Autor: César, Vivian Aparecida Blaso Souza Soares 
    Primeiro orientador: Carvalho, Edgard de Assis

    Acesse o vídeo:

     
  • 31 maio

    A prática do Slow Food nas Cidades Inteligentes 

    italia_25

    Matéria do Globo Repórter sobre  Slow Food nas Cidades Italianas!

    http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2016/05/cidade-na-italia-ensina-comer-sem-pressa-e-com-mais-prazer.html

     
  • 13 maio

    Macrotendencias sobre o Brasil por Li Edelkoort 

    Conheça o “Manifesto anti-fashion” Manifesto anti fashion

     
  • 1 fev

    Atitudes Positivas Porto Seguro por Vivian Blaso 

    No site Atitudes Positivas da Porto Seguro você vai encontrar alguns textos que produzi para a empresa que hoje vem se consolidando cada vez mais no ramo segurador no Brasil. Boa parte dos conteúdos tem como fonte de inspiração a sustentabilidade. Acesse e confira: Atitudes Positivas

     
  • 15 out

    EDUCAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE: UMA QUESTÃO FUNDAMENTAL? 

     
  • 14 out

    Confira o capítulo: Responsabilidade social: ecologizar ideias e ações para as vias transformadoras do futuro da humanidade. Autores: Vivian Aparecida Blaso Souza Soares Cesar e Sydney Cincotto Junior. Página: 132 

     
  • 19 ago

    Cidades Inteligentes: Implicações para as Práticas Cotidianas do Consumo 

    Artigo apresentado no  XVII Congresso Brasileiro de Sociologia 20 a 23 de julho de 2015, Porto Alegre (RS) Grupo de Trabalho: GT05 – Consumo e Cidadania

    Modos de vida cada vez mais insuportáveis diante do sistema policrísico atual vem transformando a nossa relação com o consumo. Desperdício de alimentos, alertas da ONU para incluirmos insetos na alimentação cotidiana, movimentos anti fast food, discursos para uma alimentação saudável, escassez de água, falta de planejamento governamental, impactos das mudanças climáticas, intoxicação dos oceanos, cidades fantasmas e os repositórios inapropriados para o descarte de lixo apontam: os processos de produção e consumo estão em desequilíbrio, matando o planeta. Seriam traços de cidadania e politização da vida as atitudes dos consumidores quando se veem diante de outras possibilidades como alimentação slowfood, veganismo, consumo de produtos orgânicos na busca por um estilo de vida mais sustentável? Este artigo apresenta os seguintes objetivos: apontar as implicações das cidades inteligentes nas práticas de consumo cotidiano, por meio da técnica de estudo de caso e observação participante realizada na rede Eataly de supermercado e alimentação SlowFood em outubro de 2014 em Milão, na Itália. A partir dessa analise pretende-se mostrar as mudanças no comportamento do consumidor frente as novas tendências por alimentação mais saudável, movimento anti fast food nas chamadas “smart cities” ou cidades inteligentes e suas correlações com o movimento da sustentabilidade frente ao cenário policrísico mundial que enfrentamos.

    Palavras-chaves: Cidades Inteligentes, Consumo, SlowFood

    Acesse o artigo na íntegra: Cidades Inteligentes: Implicações para as Práticas Cotidianas do Consumo

    Vivian Aparecida Blaso Souza Soares César, Professora na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Doutoranda e Mestre em Ciências Sociais (PUC-SP), MBA em Gestão Estratégica de Marketing (UFMG), Especialista em Sustentabilidade (FDC), Relações Públicas (CNP), Pesquisadora do Núcleo de Estudos da Complexidade (Complexus) na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP).

    E-mail: vivianblaso@uol.com.br

     
c
Compor novo post
j
Próximo post/próximo comentário
k
Post anterior/comentário anterior
r
Responder
e
Editar
o
Mostrar/Ocultar Comentários
t
Ir para o Topo
l
Ir para o login
h
Mostrar / Esconder ajuda
shift + esc
Cancelar