Sistema de Indicadores do Nossa BH mostra a realidade do município em números

Sistema que será lançado na terça-feira, dia 06 de março, na CMBH, traz informações importantes sobre a saúde, mobilidade urbana, educação, violência, entre outros. Belo Horizonte é a capital brasileira com maior taxa de baixo peso ao nascer (menos de 2,5kg). Em 2010, o índice foi de 10,61%, o que corresponde a 3.285 casos. Na área de Educação, a reprovação no ensino médio público coloca a cidade em 25° lugar entre as 27 capitais, com uma taxa de 22,50%. Essas são duas revelações do Sistema de Indicadores Nossa BH, que será lançado nesta terça-feira, dia 06 de março, na Câmara Municipal de Belo Horizonte, à partir das 19 horas, no plenário Amynthas de Barros.

O sistema reúne 73 indicadores (45 por sub-região da cidade, 18 para o município como um todo e 10 a respeito de equipamentos públicos e conveniados), retratando os desafios e as desigualdades internas da cidade, permitindo diagnosticar, planejar, monitorar e exercer o controle social.

Estão reunidas informações sobre saúde, educação, violência, juventude, meio ambiente/saneamento/moradia, emprego e renda, assistência social e mobilidade urbana.

Na área de emprego e renda, BH se mostra a região metropolitana com a menor taxa de desemprego. Ao mesmo tempo, no entanto, classifica-se em 14°lugar em termos de média salarial no emprego formal. A média salarial fica ainda em pior situação quando se considera a diferença de gênero: os homens recebem 26,11% mais do que as mulheres. Na análise do crescimento da frota veicular da cidade, verifica-se que entre 2005 e 2009, houve um aumento de 80% no número de motocicletas, contra apenas 17,74% da frota de ônibus. O sistema completo estará disponível a partir das 16h desta terça-feira no site do Movimento (http://www.nossabh.org.br) Nele é possível consultar mapas da cidade, com o retrato regionalizado da situação de cada indicador, e tabelas com os dados, bem como observar a situação de cada uma das 40 sub-regiões em que BH está dividida, em páginas específicas para cada uma delas. Nas páginas dedicadas aos indicadores, há ainda a apresentação da desigualdade intraurbana, por meio da comparação entre o melhor e o pior valor entre todas as subregiões. O sistema é de fácil consulta e permite tanto o aprofundamento técnico dos dados, como a compreensão intuitiva da situação de cada sub-região e da cidade, nos seus diversos aspectos. Com isso, torna-se possível aprimorar a discussão das políticas públicas, buscando a construção de metas de transformação real da situação de vida e da garantia de direitos da população da cidade, em lugar de simplesmente discutir construções, obras e realizações.

É objetivo do Movimento Nossa BH definir, a partir deste sistema, um conjunto de compromissos para o desenvolvimento da cidade, por meio da discussão e mobilização social.

Oded Grajew e o Programa Cidades Sustentáveis

No mesmo evento ocorrerá a apresentação do Programa Cidades Sustentáveis pelo Coordenador Geral da Rede Nossa São Paulo, Oded Grajew, conhecido empresário atuante na área de Responsabilidade social no país, sendo também um dos fundadores do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e atual Presidente Emérito da Entidade. Idealizador do Fórum Social Mundial, é membro do Conselho Consultivo da Global Compact. O Programa Cidades Sustentáveis (http://www.cidadessustentaveis.org.br) é uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo, Rede Social Brasileira por Cidades Justas e Sustentáveis, que oferece aos candidatos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores associados a esta agenda, enriquecida por casos exemplares nacionais e internacionais como referências a serem seguidas pelos gestores públicos municipais. O programa é complementado por uma campanha que tenta sensibilizar os eleitores a escolher a sustentabilidade como critério de voto e os candidatos a adotar a agenda da sustentabilidade. O candidato eleito que se comprometer com o programa terá que estabelecer metas para a sua gestão para melhorar um conjunto de indicadores básicos, mínimos, fundamentais para o desenvolvimento sustentável da cidade. Após as eleições os municípios serão acompanhados e apoiados no seu compromisso com a sustentabilidade. A publicação com um resumo do programa está no link http://www.cidadessustentaveis.org.br/downloads/publicacao-programa-cidades-sustentaveis.pdf.

Serviço: Lançamento do Sistema de Indicadores do Nossa BH Data: 06/03/2012 – 19H Local: Câmara Municipal de Belo Horizonte, na Av. dos Andradas, 3.100, Bairro Sta Efigênia (BH/MG) Programação 19h00 – Abertura 19h30 – Contexto e perspectivas que se apresentam para o Movimento Nossa BH a partir do sistema de indicadores. Gláucia Barros, membro do Grupo Impulsor do Nossa BH e gerente de programas da Fundação Avina, aliada estratégica do Movimento. 19h50 – Apresentação do Sistema de Indicadores: Conhecendo BH Elvis Bonassa, Diretor da Kairós Desenvolvimento Social

20h10 – Apresentação do Programa Cidades Sustentáveis – uma plataforma para as eleições municipais. Oded Grajew, Coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo e Presidente Emérito do Instituto Ethos de Responsabilidade Social

20h30 – Debate 21h00 – Encerramento

Nossa BH O Movimento Nossa BH é uma iniciativa de diversos cidadãos, entidades e empresas privadas de Belo Horizonte que, articulados às redes latino-americana e brasileira por cidades justas, democráticas e sustentáveis, tem por objetivo principal comprometer a sociedade e os sucessivos governos com uma agenda e um conjunto de metas que visem à melhoria da qualidade de vida no município hoje e no futuro. Apartidário, o MNBH baseia-se na democracia participativa, na pluralidade de ideias, em busca de uma cidade mais justa e sustentável para todos.

Atualmente o Movimento conta com o apoio financeiro, técnico e humano voluntário de pessoas e organizações sociais.. Para fazer parte, entre em contato pelo email comunica@nossabh.org.br Contato para a Imprensa Adriana Torres031 – 3427-6137 031 9951-1406 comunica@nossabh.org.br