Atualizações de março 2012 Ativar/desativar aninhamento de comentários | Teclas de atalho

  • 28 mar

    Direitos humanos não podem sair da pauta da Rio+20, afirmam organizações da sociedade civil 

    Cinco representantes de organizações da sociedade civil criticaram nesta terça-feira (27/3) a retirada do tema dos direitos humanos da agenda da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, que ocorrerá entre os dias 20 e 22 de junho no Rio de Janeiro.

    Tim Gore, da ONG Oxfam Internacional; Nathalie Rey, do Greenpeace Internacional; Anabella Rosembeg, da Confederação Internacional da União Sindical; Anil Naidoo, da ONG ‘Council of Canadians’; e Sascha Gabizon, da ONG ‘Women in Europe for a Common Future’, realizaram uma coletiva de imprensa na sede das Nações Unidas, em Nova York, EUA, para divulgar uma carta endereçada ao Secretário-Geral da Rio+20, Sha Zukang. A coletiva teve o apoio logístico do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (DESA).

    “Nós estamos horrorizados e em choque com o que está acontecendo”, afirmou Sascha Gabizon. A carta expressa a preocupação com “uma situação que ameaça gravemente os direitos de todas as pessoas e compromete a relevância das Nações Unidas”. O documento, segundo Anil Naidoo, foi apoiado por mais de 500 organizações de 67 países.

    “Os direitos humanos precisam ser levados em conta se a Rio+20 quiser produzir um documento final legítimo com impactos positivos que todos nós esperamos”, afirmou o representante da ONG ‘Council of Canadians’.

    Na carta, foram lembradas a ausência de referências ao direito à alimentação e nutrição adequadas, o direito à água potável e limpa e ao saneamento básico, bem como o direito ao desenvolvimento e equidade no documento “O Futuro que Queremos”, que terá sua versão final como resultado da conferência.

    Para conferir vídeo da coletiva na íntegra, em inglês, clique aqui.

    Para acessar a carta, clique aqui.

    Acompanhe informações diárias em http://www.onu.org.br/rio20/br/blog/ ou nas redes sociais: http://www.facebook.com/ONURioMais20 e https://twitter.com/ONU_RioMais20

    Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil | UNIC Rio

    TwitterFacebookRSSGoogle PlusOrkutYouTubeVimeoBoletim semanalFale conosco

     
  • 23 mar

    PNUMA lança site oficial em português para o Dia Mundial do Meio Ambiente 

    Brasil sediará as celebrações globais do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2012. Material informativo e de divulgação já pode ser acessado online e em português.

    O Dia Mundial do Meio Ambiente, também conhecido como “WED”, é celebrado anualmente no dia 5 de junho. A cada ano, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) escolhe um país para receber as celebrações globais do WED. Este ano, o país-sede do WED será o Brasil, que também receberá, duas semanas depois, a Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

    Para incentivar a participação popular mundial em iniciativas em prol do planeta, o PNUMA lançou um site especial para o Dia Mundial do Meio Ambiente (http://www.unep.org/portuguese/WED), com conteúdo informativo sobre o tema deste ano (Economia Verde: Ela te inclui?), sobre o país-sede e suas iniciativas ambientais, os concursos promovidos pelo PNUMA e seus parceiros, eventos que acontecerão em todo o planeta em celebração ao WED e instruções de como participar. Também é no site do WED que o PNUMA lança, em primeira mão, vídeos e fotos dos nossos Embaixadores da Boa Vontade e de outras celebridades nacionais e internacionais que participam ativamente desse movimento global.

    O site já está disponível em quatro dos seis idiomas oficiais da ONU (inglês, espanhol, francês, russo, árabe e chinês), além do Português. Por meio do site, é possível fazer o download da logo oficial do Dia Mundial do Meio Ambiente de 2012, de banners e de layouts para a produção de produtos de campanha. O PNUMA incentiva todos os seus parceiros e comunidade do WED a ajudar a propagar essa mensagem, seja por meio de eventos ou pela divulgação online por meio de redes sociais, websites pessoais e institucionais.

    Além disso, ao acessar a seção “Celebrar o WED”, o visitante pode cadastrar suas iniciativas e atividades para a semana do meio ambiente na agenda internacional do WED. A nossa meta é registrar o maior número de atividades da história dessa celebração e conscientizar o maior número possível de pessoas de todo o mundo sobre a importância da economia verde e do desenvolvimento sustentável para as pessoas e o planeta.

    Participe do WED e acompanhe todas as novidades pelo site e pelas redes sociais!

    Para mais informações

    Amanda Talamonte
    Assessora de Imprensa e Comunicação
    PNUMA Brasil
    comunicacao@pnuma.org
    Tel: 61 3038 9237

     
  • 22 mar

    Avanços do Brasil em desenvolvimento sustentável recebe elogio no 3º Fórum Mundial de Sustentabilidade 

    Gro Brundtland, ex-primeira ministra da Noruega, lembrou que o país precisa ser cauteloso com o pré-sal

    “Fiquei contente ao ver as mudanças ocorridas no Brasil nos últimos 25 anos. Os olhares do mundo, desde aquela época, já estavam voltados para a Amazônia e os riscos que ela enfrenta. A visita que fizemos à cidade de Cubatão, que 27 anos atrás era um terrível modelo de poluição industrial, destaca um exemplo de que podemos mudar as coisas com políticas ambientais e tecnologia. Cubatão está diferente.” Foi assim que Gro Brundtland,ex-primeira ministra da Noruega, abriu sua fala em entrevista coletiva durante o 3º Fórum Mundial de Sustentabilidade que acontece em Manaus. O evento é promovido pelo LIDE – Grupo de Líderes Empresariais, com organização da XYZ Live.

    Sobre a Rio +20, que acontece em junho, Gro disse esperar que o encontro atenda expectativas não alcançadas anteriormente. “O mundo precisa superar as dificuldades de negociação em bloco durante a Rio+20. A agenda da conferência do Rio é muito mais ampla e os países estão investindo em negociações mais próximas, olho a olho. O Brasil tem a responsabilidade pela Rio+20, mas vamos ajudar o Rio a identificar os problemas ambientais e sociais que são relevantes para todo o mundo”.

    Pré-sal

    Gro recomendou cautela ao Brasil na exploração das jazidas de petróleo descobertas recentemente na camada do pré-sal, pois há uma série de riscos ambientais relacionados à atividade petrolífera. “Nos últimos 50 anos, as perfurações em mar aberto têm gerado vários problemas. A Noruega é um dos países que têm feito esse tipo de exploração, e aprendemos muitas coisas. O importante é fazer uma avaliação geral em todos os aspectos antes de começar a perfuração. É preciso verificar as consequências para o meio ambiente”, afirmou. Deste modo, deixou uma sugestão ao governo brasileiro: fazer avaliações sobre os recursos envolvidos antes do início das perfurações, para evitar danos ambientais. “Uma das coisas que o Brasil pode fazer é consultar outros países que fizeram esse mesmo tipo de perfuração em águas profundas, para absorver experiências negativas e positivas. A Noruega é um desses países”, completou.

    Sustentabilidade

    Questionada se a palavra sustentabilidade é corretamente aplicada, a ex-ministra lembrou “sustentabilidade é uma palavra que pode ser vazia ou significar a busca pela erradicação da pobreza, pela igualdade social e o respeito ao meio ambiente. Tudo isso faz parte do conceito de desenvolvimento sustentável. Precisamos observar o que as pessoas estão fazendo nesse conceito, e não as palavras que elas estão usando”.

    SOBRE O LIDE – Fundado em junho de 2003, o LIDE – Grupo de Líderes Empresariais possui oito anos de atuação, registrando crescimento de 700%. Atualmente são 920 empresas associadas (com os braços regionais e internacionais), que representam 46% do PIB privado nacional. O objetivo do Grupo é difundir e fortalecer os princípios éticos de governança corporativa no Brasil, promover e incentivar as relações empresariais e sensibilizar o apoio privado para programas comunitários. Para isso, são realizados inúmeros eventos ao longo do ano, promovendo a integração entre empresas, organizações, entidades privadas e representantes do poder público, por meio de debates, seminários e fóruns de negócios.

    Mais informações para a imprensa:

    CDN – Comunicação Corporativa: http://www.cdn.com.br

    Erica Valério–erica.valerio@cdn.com.br(92 8151 0371 e 11 3643.2710)

    Rose Rocha – rose-rocha@cdn.com.br (92 8151 0371 e 11 3643.2952)

    Dora Lopes – dora.lopes@cdn.com.br(92 8151 0371 e 11 3643.2793)

    CRÉDITOS DA FOTO: IMAGEM PAULISTA

     
  • 22 mar

    Blog apresenta Programa Água Brasil 

    Novo espaço virtual divulga ações de projeto de uso responsável da água em todo o país

    Entrou no ar hoje, dia 22, quando se comemora o Dia Mundial da Água, o Blog Água Brasil. O blog será um canal de comunicação dos parceiros do Programa Água Brasil com formadores de opinião, investidores, gestores, ativistas ambientais e a sociedade em geral. O programa concebido pelo Banco do Brasil foi desenvolvido em parceria com a Fundação Banco do Brasil, a Agência Nacional de Águas (ANA) e o WWF Brasil. O blog será apresentado hoje, às 18h, no Workshop Biodiversidade para Bancos, na Av. Paulista 2.300, 3º. Andar, São Paulo.

    As ações do programa vêm sendo implantadas em cinco cidades e oito microbacias hidrográficas, de modo a multiplicar práticas sustentáveis em áreas urbanas e rurais.

    De acordo com o Vice-Presidente de Gestão de Pessoas e Desenvolvimento Sustentável do Banco do Brasil, Robson Rocha, “a escolha do tema água surgiu da reflexão de que o BB, enquanto maior banco da América Latina deveria abraçar, de forma mais específica, uma causa que tivesse um porte tão relevante quanto o seu tamanho e esteja apoiada em fatores sociais, econômicos e institucionais, considerados de alta relevância para o desenvolvimento sustentável do País”.

    Ao reunir em um único endereço os conteúdos em diversos formatos, com linguagem informal e estimulando o compartilhamento de informações, o Blog Água Brasil busca dar transparência e visibilidade ao programa de mesmo nome. Todos os conteúdos disponibilizados são produzidos pelas instituições parceiras do programa, o que não impede que internautas e demais interessados participem da iniciativa. A idéia é justamente fomentar o engajamento da população por meio das redes sociais.

    “Este blog é mais um canal de comunicação com a sociedade. Por meio dele, queremos não apenas transmitir informações importantes em termos de sustentabilidade, mas também ouvir o que as pessoas têm a dizer. Esperamos que este canal sirva, ainda, como um meio de mobilização para a transformação”, explica a secretária-geral do WWF-Brasil, Maria Cecília Wey de Brito.

    O que é o Programa Água Brasil

    Para fomentar práticas sustentáveis no campo e na cidade, o Banco do Brasil (BB), Fundação Banco do Brasil (FBB), Agência Nacional de Águas (ANA) e WWF-Brasil firmaram parceria inovadora, que atua em todos os biomas e regiões geográficas brasileiras, desenvolvendo modelos a serem replicados pelo país. No meio urbano, a iniciativa visa disseminar e melhorar a coleta seletiva e a reciclagem de resíduos sólidos, diminuindo os impactos sobre a natureza e gerando trabalho e renda para catadores de materiais e pequenos e médios empreendedores. Além disso, a iniciativa também estimula a mudança de valores e comportamentos, incentivando o consumo consciente. No meio rural, os parceiros desenvolvem ações em 14 microbacias hidrográficas, disseminando o uso de boas práticas agrícolas e de proteção das nascentes de água, visando a produção rural mais saudável para agricultores e consumidores. A iniciativa desenvolve, ainda, ações visando aprofundar critérios ambientais nas operações bancárias. São desenvolvidos estudos para mitigação de riscos e incentivo ao financiamento de negócios sustentáveis.

    Para conhecer mais sobre o Programa Água e acompanhar o blog, acesse http://www.blogaguabrasil.com.br.

    Contato: Warner Bento Filho, Comunicação Social WWF-Brasil, warner@wwf.org.br, fones (61) 3364-7477 e (61) 8289-1112

     
  • 21 mar

    Inscrições para o GPA Brasil, prêmio de sustentabilidade, acabam dia 30 de março 

    Brasília (21.03.12) – As indústrias que executam projetos de sustentabilidade social, econômica ou ambiental têm até o próximo dia 30 de março para se inscrever na edição nacional do Green Project Awards (GPA), certificação de reconhecimento internacional. As empresas podem participar da categoria Produtos e Serviços, cuja comissão julgadora é coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). As outras modalidades são Iniciativa Jovem, Pesquisa e Desenvolvimento e Campanha de Mobilização.

    Criado e já consolidado em Portugal, o GPA chega pela primeira vez ao Brasil com a proposta de incentivar o interesse da sociedade civil, governos e empresários pela sustentabilidade, como explica José Manuel Costa, presidente da consultoria lusa GCI, idealizadora do prêmio. “O GPA tem o objetivo de criar um movimento de discussão para o desenvolvimento sustentável. A categoria voltada para as indústrias pretende incentivá-las a promover a sustentabilidade, de modo a que incorporem nas suas cadeias de valores as questões sociais e econômicas e o respeito pelo meio ambiente”, assinala Costa.

    Previsto para ser entregue durante a conferência Rio + 20, em junho, o prêmio oferece aos vencedores de cada categoria certificações de boas práticas. “Nós costumamos dizer que o GPA só tem um prêmio máximo, que é a criação de uma mobilização, de um efeito replicador dessas iniciativas. Esse é o nosso maior objetivo”, ressalta o presidente da GCI.

    Além da GCI e CNI, o prêmio é promovido, no Brasil, pelo Instituto Nacional de Tecnologia (INT), vinculado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, e tem o apoio do Ministério do Meio Ambiente e da prefeitura do Rio de Janeiro. A auditoria do prêmio será realizada pela empresa KPMG. Mais informações sobre o GPA Brasil podem ser obtidas no site http://www.gpabrail.com.br.

    Diretoria de Comunicação
    Sistema Indústria (CNI SESI SENAI IEL)
    Tel: (61) 3317-9578 / 9562 / 8917 / 9806 / 9825
    E-mail: imprensa@cni.org.br
    http://www.agenciacni.org.br
    Fotos: http://www.bancodemidia.cni.org.br
    http://www.twitter.com/JornalismoCNI

     
  • 20 mar

    L’Oréal foi reconhecida como uma das Empresas Mais Éticas do Mundo 

    Pela terceira vez, a L’Oréal foi reconhecida como uma das Empresas Mais Éticas do Mundo, em ranking organizado pelo Instituto Ethisphere, líder internacional de pesquisa sobre ética nas empresas. No ranking estão presentes empresas atuantes em mais de 30 de segmentos no mundo. A metodologia para o ranking inclui a análise de códigos de ética, históricos de litígio e de infrações regulatórias; a avaliação do investimento em inovação e de práticas empresariais sustentáveis; a avaliação de atividades feitas para melhorar a cidadania corporativa; e o estudo de nomeações feitas por executivos sênior, pares da indústria, fornecedores e clientes.

    O Grupo L’Oréal possui um programa de ética proativo, que dá suporte ao crescimento do negócio. Seguindo seu perfil inovador, a L’Oréal foi uma das primeiras empresas na França a criar um Código de Ética Empresarial, em 2000, e a nomear, em 2007, um Diretor de Ética do Grupo dedicado exclusivamente ao tema.

    “É um reconhecimento maravilhoso do nível de compromisso dos nossos funcionários no mundo inteiro. Este prêmio reforça a nossa convicção de que o sucesso de longo prazo do nosso negócio é construído com base em padrões éticos elevados e em um envolvimento genuíno e mais amplo com a comunidade. Uma empresa com valores fortes é uma empresa na qual você pode confiar, e a confiança é o maior ativo que uma empresa pode ter”, disse Emmanuel Lulin, Diretor de Ética do Grupo L’Oréal.

    Leticia Rocha

    leticia.rocha@cdn.com.br
    55 21 3626-3774
    55 21 3626-3700 (PABX)

     
  • 20 mar

    ROTA DA RECICLAGEM COMPLETA QUATRO ANOS E ATINGE MARCA DE 500 MIL ACESSOS 

    Na véspera do quarto aniversário, o buscador Rota da Reciclagem, o primeiro da internet brasileira que aponta cooperativas, pontos de entrega voluntária e comércios ligados à cadeia de reciclagem, atinge a marca de 500 mil acessos.

    Criado pela Tetra Pak, com suporte do Google Maps, o site já conta com mais de 3.400 iniciativas cadastradas e tem a missão de ajudar os consumidores a encontrarem pontos de coleta seletiva para destinarem as embalagens longa vida pós-consumo e outros resíduos para a reciclagem.

    Para realizar a busca, basta digitar o endereço de localização para a ferramenta apontar os pontos mais próximos. De acordo com Fernando von Zuben, diretor de Meio Ambiente da Tetra Pak, no início deste ano o buscador também foi lançado como aplicativo para iPhone e iPad e pode ser baixado gratuitamente pela Apple Store. “O nosso objetivo é conscientizar a população, tornar as informações da cadeia da reciclagem disponíveis e, desta forma, aumentar o volume de embalagens recicladas no país”, completa Fernando.

    Reciclagem – As embalagens da Tetra Pak são 100% recicláveis e o Brasil é um dos grandes recicladores mundiais, além de pioneiro em algumas das tecnologias de reciclagem deste tipo de envase. As embalagens podem ser transformadas em caixas de papelão, canetas, vassouras, telhas e placas para construção civil, entre outros materiais. Atualmente, mais de 32 empresas brasileiras reciclam a embalagem da Tetra Pak, gerando empregos e renda em uma cadeia de reciclagem que cresce ano a ano no País.

    http://www.facebook.com/rotadareciclagem

     
  • 20 mar

    Rio + 20 e Visão 2050 são discutidos em reunião entre executivos e Ministra do Meio Ambiente 

    Rio de Janeiro, 19 de março de 2012 – 18 CEO´s de grandes empresas nacionais se reuniram nesta segunda-feira (19/03) com a Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em Brasília, a convite do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS). No encontro, o chamado Conselho de Líderes em Sustentabilidade debateu a participação do setor privado na Rio + 20, conferência da ONU que deverá reunir mais de cinquenta mil pessoas em junho na capital fluminense.
    “O encontro com a Ministra Izabella Teixeira foi relevante para alinhar pontos importantes sobre a Rio + 20. Só o bom entendimento entre os principais atores na questão da sustentabilidade, entre eles governo e setor empresarial, poderá garantir avanços nas questões da área. Debatemos principalmente temas relacionados à Produção e Consumo Sustentável, Inovação, Geração de Emprego e Energia”, observou a presidente-executiva do CEBDS, Marina Grossi.
    Os executivos e o poder público também analisaram pontos do Visão Brasil 2050 do CEBDS, uma proposta de agenda com compromissos para guiar o desenvolvimento sustentável no país nos próximos 40 anos. O Visão, que será apresentado na Rio + 20, está em fase final de redação e já ouviu técnicos das empresas, especialistas, ONGs e governos. Assim como o documento mundial, idealizado pelo World Business Council for Sustainable Development (WSBCD), o Visão Brasil 2050 está fundamentado em nove pilares: Valores das Pessoas, Desenvolvimento Humano, Economia, Agricultura, Biodiversidade, Energia e Eletricidade, Edifícios, Mobilidade e Materiais.
    Sobre o CEBDS
    O Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) é uma associação civil, sem fins lucrativos, que reúne os mais expressivos e maiores grupos empresariais brasileiros, com o fim de promover o desenvolvimento sustentável no País. Fundada em 1997, a organização tem mais de 70 empresas associadas. Além disso, é a representante no Brasil do World Business Council for Sustainable Development (WSBCD), que conta com mais de 60 conselhos nacionais e regionais ao redor de 30 países no mundo.

    In Press Porter Novelli

    Consultora de Comunicação: Mariana Brenner – mariana.brenner@inpresspni.com.br. Tel: (21) 3723-8126/ (21) 9939-0325

    Gerente de Atendimento: Renato Nassar – renato.nassar@inpresspni.com.br. Tel: (21) 3723-8110/ (21) 9356-5342

     
  • 20 mar

    Recomeçam as negociações para Rio+20 e novas propostas são colocadas na mesa 

    Nova York, 19 de março – As negociações sobre o documento final da Rio+20 froam retomadas hoje, com países apresentando muitas novas propostas que direcionarão como o mundo dará prosseguimento à agenda do desenvolvimento sustentável.
    Países submeteram comentários adicionais desde a rodada inicial de negociações para o documento final da Rio+20 em janeiro. O “rascunho zero” do documento final, intitulado “O Futuro que Queremos”, é baseado em mais de 6.000 páginas de submissões dos Estados-Membros da ONU, grupos da sociedade civil, empresas e outros. Esta rodada de negociações continua até 27 de março e espera-se aprimorar o documento.
    Além das propostas dos países, o Painel de Alto Nível sobre Sustentabilidade Global do Secretário-Geral das Nações Unidas, fez 56 recomendações para avançar na sustentabilidade, incluindo uma recomendação no sentido de uma “nova economia política”, que mudaria a forma como o mundo mede o progresso econômico para incluir questões sociais e ambientais.
    “A razão pela qual estamos reunidos aqui é porque na Rio+20 devemos concordar com soluções para os grandes desafios globais pelo bem de todos, com um olhar para as próximas gerações”, disse o Secretário-Geral da Rio+20, Sha Zukang. “A Rio+20 pode ser o momento no qual determinaremos o futuro que queremos. Peço a todos que percebam as oportunidades oferecidas na Rio+20 e as aproveitarem agora.”
    Mais de cem presidentes e primeiros-ministros, juntamente com milhares de CEOs, parlamentares, prefeitos, funcionários da ONU, líderes de ONGs, acadêmicos, artistas renomados e representantes de muitos outros grupos se reunirão na Rio+20 – a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável – que acontecerá de 20 a 22 de junho. Cerca de 50 mil pessoas são esperadas para participar da Conferência, e outras milhares esperadas no Rio de Janeiro para a preparação e para o momento da Conferência.
    As negociações para a Rio+20 levarão as principais decisões de líderes governamentais e outros que definirão a agenda global para redução da pobreza, avanço da igualdade social e garantia da proteção ambiental. A Rio+20 oferece a oportunidade de avançar com soluções urgentes para os desafios globais, como a falta de acesso a energia e água, desemprego, as crescentes desigualdades, lacunas tecnológicas, rápida urbanização, insegurança alimentar, pesca predatória e oceanos poluídos, e para impulsionar as inovações científicas e financeiras, responsabilidade corporativa e mercados econômicos.
    Ajudar países e comunidades a avançar para uma economia verde enquanto aceleram esforços para erradicar a pobreza e promover o desenvolvimento sustentável será a chave das discussões na Rio+20. Países também vão considerar medidas para melhorar a efetividade das instituições globais que apoiam o desenvolvimento sustentável – desenvolvimento que simultaneamente promove prosperidade, melhora a qualidade de vida e protege o meio ambiente.
    Um processo para lançar um conjunto de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável tem sido uma prioridade nas negociações preliminares. Os objetivos propostos, que precisariam de finalização futura, agiriam como uma série de padrões para os países seguirem e alcançarem resultados direcionados para avançar no desenvolvimento sustentável num período de tempo específico.
    “Para um futuro sustentável, precisamos de ações robustas e transformadoras em todos os níveis e estes passos na negociação para a Rio+20 são vitais para garantir que tenhamos resultados e compromissos na Rio+20 para o benefício de todos e do nosso planeta”, disse Sha.
    As negociações são divididas numa rodada de negociações “informais”, de 19 a 23 de março, e reuniões intersessionais, em 26 e 27 de março. Além das negociações-chave, o período também oferece a oportunidade para uma ampla série de eventos paralelos organizados por diferentes grupos para apresentar tópicos relacionados à Rio+20.
    Os próximos passos para concluir o documento final da Rio+20 ocorrerão durante uma sessão de negociação que acontecerá em Nova York de 23 de abril a 4 de maio, com a última rodada no Rio, de 13 a 15 de junho.
    Para mais informações sobre a sessão e a Rio+20, visite o site de informações do evento (http://www.onu.org.br/rio20), o site oficial do evento em inglês (http://www.uncsd2012.org) ou sua versão em português (http://www.rio20.info).
    Informações à imprensa
    Para entrevistas e mais informações em inglês, entre em contato Dan Shepard, tel 1-212-963-9495, shepard@un.org, ou Pragati Pascale, tel 1-212-963-6870, pascale@un.org, do Departamento de Informação Pública das Nações Unidas.
    Para informações em português, entre em contato com Valéria Schilling ou Gustavo Barreto, do Centro de Informação da ONU para o Brasil (UNIC Rio), nos telefones (21) 2253-2211, (21) 8202-0171 e (21) 8185-0582, ou pelo e-mail unic.brazil@unic.org ou rio20@onu.org.br
     
  • 15 mar

    Lançamento do livro digital “Cidades Criativas, Soluções Inventivas – o papel da Copa, das Olimpíadas e dos museus internacionais” 

    Dia 26/03, segunda, às 19h, lançamento do livro digital “Cidades Criativas, Soluções Inventivas – o papel da Copa, das Olimpíadas e dos museus internacionais”. Trata-se um conjunto de análises acerca de como a cidade pode se beneficiar de grandes projetos culturais ou esportivos, tendo por foco o legado para a economia criativa e a cultura. Ao todo, temos a Copa da África do Sul, as Olimpíadas de Londres e as de Barcelona, o Museu Guggenheim de Bilbao e os Parques-Biblioteca da Colômbia.

    O arquivo para o livro estará no site http://www.garimpodesolucoes.com.br (aba “livros”), no próprio dia 26/03.


    Confiram ainda o Manifesto São Paulo Criativa: sitehttp://www.criaticidades.com.br/manifesto

    A proposta é alcançar um número suficientemente grande de assinaturas para buscar o comprometimento de todos os candidatos a Prefeito de São Paulo de que incorporarão essa plataforma, se eleitos, na próxima gestão. Caso vocês concordem, assinaturas e envios a amigos e colegas serão fundamentais, nessa bandeira em busca de uma cidade que ofereça uma ecologia criativa para seus cidadãos.


     
c
Compor novo post
j
Próximo post/próximo comentário
k
Post anterior/comentário anterior
r
Responder
e
Editar
o
Mostrar/Ocultar Comentários
t
Ir para o Topo
l
Ir para o login
h
Mostrar / Esconder ajuda
shift + esc
Cancelar